Número de mortos sobe a 26 em colapso de hotel no sudeste da China

Fonte: Xinhua Published: 2020-03-11 17:34:53
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O número de mortos no desabamento de um hotel na Província de Fujian, no sudeste da China, no último sábado subiu para 26 na manhã desta quarta-feira, anunciaram as autoridades locais.

Sessenta e oito pessoas haviam sido retiradas dos escombros do Hotel Xinjia, no distrito de Licheng, cidade de Quanzhou, até às 06h40 desta quarta-feira. Entre elas, 26 morreram, disse o comando de resgate.

No momento do desabamento, 71 pessoas ficaram presas nos escombros. As equipes de resgate estão procurando por outras três pessoas que continuam desaparecidas.

Na terça-feira, 10 feridos tiveram alta do hospital local.

A construção do prédio, com uma área de cerca de 7 mil metros quadrados, começou em 2013. Foi convertido em hotel em 2018 com 66 quartos.

O colapso do hotel é um acidente de produção, pois foi reconstruído ilegalmente por várias vezes, disse Shang Yong, vice-chefe do Ministério da Gestão de Emergências, em uma coletiva de imprensa na terça-feira.

A pasta prometeu iniciar uma investigação abrangente para identificar a causa, acrescentou.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Campo de flores de canola em Zhejiang
Os dois últimos hospitais temporários em Wuhan foram fechados
Guindastes-de-pescoço-preto na reserva natural nacional de Caohai
Hospital temporário de Wuhan realizou evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher
Cultivo da primavera começa na China
Médicos do hospital de Tianjin realizam consultas online

Notícias

Beijing: Pessoas vindas de países sem grave epidemia também devem ficar em quarentena de 14 dias
Número de mortos sobe a 26 em colapso de hotel no sudeste da China
OMS: experiências da China no combate ao COVID-19 são praticáveis em outros países
Parte continental da China confirmam 24 novos casos de infecção pelo novo coronavírus
China fornece 1,1 milhão de máscaras para ajudar República da Coreia a combater COVID-19
China completará sistema global de satélites de navegação Beidou