Comentário: China explica com ações o que é a comunidade de futuro compartilhado

Fonte: CRI Published: 2020-03-03 20:51:27
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

“Agradeço sinceramente o povo chinês que está sofrendo os transtornos da vida cotidiana e abriu mão de muitos momentos de prazer. Os sacrifícios que eles fizeram para conter a propagação do vírus são uma grande contribuição para toda a humanidade.” Tal afirmação foi feita pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, ao avaliar o trabalho da China contra a epidemia da pneumonia causada pelo novo coronavírus.

“Devemos reconhecer a contribuição do povo de Wuhan. O mundo está em dívida com vocês.” expressou o chefe da parte estrangeira da equipe de inspeção coletiva China-OMS, Bruce Aylward, após a visita de nove dias à China.

Atualmente, a epidemia já se espalhou para mais de 60 países. A comunidade internacional aumentou seu conhecimento sobre os esforços chineses em defesa da segurança global de saúde pública, no combate ao vírus

Após o surto, o presidente chinês, Xi Jinping, mencionou o conceito de “comunidade de futuro compartilhado” em várias ocasiões, enfatizando que a China é responsável não apenas pela segurança e saúde de seu povo, mas também pela saúde pública global.

Promovido por esse conceito e chefiado pelo líder supremo, a China deu todas as vantagens do sistema, adotou as medidas de prevenção e controle mais abrangentes, rigorosas e completas, de modo a controlar efetivamente a situação epidêmica em pouco mais de um mês. Com essas medidas, a China construiu uma sólida linha de defesa e conseguiu poupar tempo para todo o mundo para controlar a propagação da epidemia.

Como apontou Bruce Aylward, consultor sênior da OMS, as medidas adotadas sem precedentes pela China evitaram, ou pelo menos atrasaram, centenas de milhares de novos casos da pneumonia de COVID-19.

Após o surto, a China compartilhou a sequência do genoma do vírus com todas as partes. Os pesquisadores médicos chineses mantêm uma estreita comunicação com seus colegas estrangeiros. O acadêmico Zhong Nanshan, especialista em medicina respiratória, realizou várias videoconferências com a Universidade de Harvard, o Hospital Geral de Massachusetts e outras instituições. Em 28 de fevereiro, a equipe de Zhong Nanshan publicou um artigo online no principal periódico médico internacional, The New England Journal of Medicine, fornecendo grande apoio profissional à prevenção e controle globais de epidemias, por meio da análise de um grande número de dados de amostras.

Ao mesmo tempo, a China convidou a equipe de especialistas da OMS para inspeção local. O relatório de inspeção emitido em conjunto pelos especialistas chineses e estrangeiros forneceu orientações importantes para a luta antiepidémica da comunidade internacional. Por exemplo, o Irã traduziu para o persa o plano de tratamento médico chinês e o divulgou ao público.

Frente ao perigo e dificuldades, o significado da comunidade de futuro compartilhado é mais do que nunca melhor sentido pelas pessoas. A China está cumprindo sua promessa com ações reais.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Gabriela Nascimento

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Palácio Potala oferece passeio turístico virtual por streaming ao vivo
Paisagem de primavera na província de Shaanxi
Pacientes infectados pelo novo coronavírus se recuperam e recebem alta hospitalar em Wuhan
Os bailarinos demonstram movimentos durante curso online
Agricultores colhem vegetais para garantir o fornecimento do mercado
Aviões fretados levam trabalhadores de volta ao trabalho

Notícias

ONU considera que China é avançada no uso de energias renováveis
Mais de 90% das empresas em Guangdong retomam o trabalho
Acadêmico brasileiro enaltece esforços da China na luta contra o novo coronavírus
É descoberta evidência de cromossomos e DNA em fósseis de dinossauros
Preços dos imóveis residenciais na China caem levemente em fevereiro
Indústria chinesa de máquinas registrará crescimento moderado no lucro