Comentário: O que provam os elogios dos especialistas internacionais?

Fonte: CRI Published: 2020-03-01 21:51:37
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

“A China adotou as medidas de prevenção e controle epidêmico mais corajosas, flexíveis e positivas.” No relatório sobre a inspeção na China publicado dia 29 de fevereiro pela Organização Mundial da Saúde (OMS), essa afirmação foi impressionante. Essa conclusão foi dada por 25 especialistas provenientes da China, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Nigéria, Rússia, Cingapura, EUA e OMS, após uma inspeção de nove dias na China.

Dr. Bruce Aylward é o chefe do grupo de inspeção. Recentemente, em duas coletivas de imprensa realizadas em Beijing e Genebra, ele expressou seus sentimentos após uma visita em campo: "Se for infectado, espero poder ser tratado na China"; “Os métodos da China são os únicos que sabemos e que são comprovadamente bem sucedidos”; “O resto do mundo deve aprender com o mecanismo chinês de enfrentamento profissional"...

Por que Bruce Aylward teve esse sentimento?

A equipe de inspeção esteve na frente da prevenção e controle da epidemia: "A China usa qualquer recurso, como não há remédios e vacinas, e sabe se reajustar conforme a necessidade para salvar vidas”. Usar todos os meios para salvar vidas é a principal consideração da China contra a epidemia e também é uma manifestação significativa das vantagens do sistema chinês.

Em uns dez dias, a China construiu dois hospitais especiais com 2.500 camas. O país criou rapidamente redes de prevenção e controle epidêmico que cobriram todas as áreas urbanas e rurais. Na luta contra o novo coronavírus, a China mostra o respeito à vida, uma forte capacidade de proteção, mobilização e execução, bem como um altruísmo coletivo. Tudo isso impressionou os especialistas da inspeção.

Como escreveram no relatório de inspeção, a China adotou intervenções não-medicamentosas firmes e abrangentes, incluindo monitoramento proativo, detecção rápida e diagnóstico imediato de casos isolados, rastreamento e isolamento rigoroso de contatos próximos, entre outras. As medidas são muito eficazes para cortar a propagação do vírus.

Aliás, o uso pleno de big data, inteligência artificial, 5G e outros métodos técnicos no tratamento de pacientes também impressionou os especialistas.

Atualmente, a situação epidêmica está se tornando estável na China. Entretanto, nos outros países a epidemia está se espalhando. De acordo com o relatório dos especialistas, as medidas adotadas pela China são experiências importantes para o mundo todo combater a pneumonia do novo coronavírus.

A Associated Press informou em 29 de fevereiro que, no caso de falta de conhecimento sobre o COVID-19 e de não ter medicamentos e vacinas específicas, a medida de bloqueio tomada pela China é a melhor maneira de conter a propagação do vírus.

Recentemente, em conversas telefônicas, encontros e respostas de mensagens a líderes de vários países, o presidente chinês, Xi Jinping, enfatizou que a humanidade é uma comunidade de futuro compartilhado. A China continuará a cooperar com outros países para enfrentar efetivamente a epidemia e defender a segurança da saúde pública regional e global.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Erasto Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Agricultores colhem vegetais para garantir o fornecimento do mercado
Aviões fretados levam trabalhadores de volta ao trabalho
Restaurante oferece refeições gratuitas para funcionários médicos em Haikou
Campo de flores de canola em Sichuan
Estudantes de Shanghai participaram de uma aula experimental online
Oficinas destinadas ao alívio da pobreza retomam produção em Hunan

Notícias

Comentário: Por que falha alegação do chamado "colapso da China"?
Li Keqiang: Trabalhar pelo avanço na pesquisa de medicamentos contra o COVID-19
Primeiro-ministro anuncia grande revisão da abordagem britânica pós-Brexit
Vice-presidente chinês reúne-se com primeiro vice-premiê da Sérvia
OMS apela por esforços internacionais na luta contra COVID-19
Sonda chinesa Chang'e-4 mapeia imagem da subsuperfície no lado escuro lunar