Beijing promete ar mais limpo em 2020

Fonte: Xinhua Published: 2020-02-14 19:33:03
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Município de Beijing anunciou medidas para reduzir ainda mais a poluição do ar em 2020, depois que a qualidade melhorou notavelmente nos últimos anos.

A concentração média de PM 2,5 ficou em 42 microgramas por metro cúbico no ano de 2019, queda de 53% em relação a 2013, o ano em que um plano de ação nacional foi emitido pelo Conselho de Estado para lutar contra a poluição do ar.

Para melhorar ainda mais a qualidade atmosférica, a cidade continuará fazendo esforços para o controle de emissões de veículos e de poeira de construção, promoção de energia limpa e fechamento de mais fábricas de produção, de acordo com um plano de ação para combater a poluição divulgado nesta quinta-feira.

Os poluentes liberados pelas emissões de veículos este ano devem ser reduzidos em 30% em comparação aos níveis de 2017, define o plano.

Ao todo, 90 empresas manufatureiras ou poluidoras serão fechadas este ano.

Segundo o projeto, o consumo de carvão em Beijing deve ficar dentro de 3 milhões de toneladas em 2020 e as energias novas e renováveis devem responder por mais de 8% do consumo energético total da cidade.

O plano também aborda a poluição da água e do solo.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

China envia mais de 20 mil médicos para ajudar no combate antivírus em Hubei
Agricultores de toda a China retomam produção
Força Wuhan
Mais robôs de desinfecção entram em serviço em vários hospitais em Qingdao
Funcionários ferroviários realizam operações de desinfecção para conter a propagação da epidemia
Mais equipes médicas são enviadas a Hubei para lutar contra coronavírus

Notícias

Mais de 2.000 veículos de imprensa do mundo usam reportagens do CMG sobre novo coronavírus
Dança no combate contra o novo coronavírus
Beijing promete ar mais limpo em 2020
Mais de 1.700 funcionários médicos chineses são infectados pelo novo coronavírus
Shanghai usa sistema de segurança sem contato em metrô
China envia mais de 20 mil médicos para ajudar no combate antivírus em Hubei