Xi Jinping inspeciona hospital de tratamento de coronavírus em Beijing

Fonte: Xinhua Published: 2020-02-10 20:24:42
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Xi Jinping, secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China, inspecionou na tarde desta segunda-feira o Hospital Ditan de Beijing, uma instituição designada para tratar a pneumonia causada pelo novo coronavírus.
Xi, também presidente chinês e presidente da Comissão Militar Central, se inteirou sobre o tratamento de pacientes infectados e fez videochamadas para hospitais em Wuhan que recebem pacientes em condições severas. Ele ouviu relatórios da equipe central de orientação na Província de Hubei e da sede provincial de prevenção e controle da epidemia, além de estender cumprimentos aos trabalhadores médicos na linha de frente.
Depois, Xi foi ao centro de controle e prevenção de doenças do distrito de Chaoyang, onde foi informado sobre os esforços para resposta de emergência local, investigação epidemiológica e relatórios de triagem, assim como o trabalho geral de prevenção e controle de epidemias da cidade.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Funcionários ferroviários realizam operações de desinfecção para conter a propagação da epidemia
Mais equipes médicas são enviadas a Hubei para lutar contra coronavírus
Wuhan estabelece mais hospitais temporários para garantir tratamento de pacientes
Hospital Huoshenshan começou a receber pacientes infectados com coronavírus
Funcionários produzem equipamentos de proteção para ajudar no combate ao novo coronavírus
Construção do hospital Huoshenshan completada

Notícias

Fundamentos do crescimento econômico de longo prazo permanecem inalterados, diz Xi Jinping
Xi Jinping cumprimenta os profissionais da saúde na luta contra novo coronavírus
Xi Jinping inspeciona hospital de tratamento de coronavírus em Beijing
China anuncia medidas para apoiar pequenas e médias empresas em meio à epidemia
Transporte ferroviário de carga da China sobe em janeiro
Aplicativos de smartphones diminuem no mercado chinês em 2019