Aplicativos de smartphones diminuem na China em 2019

Published: 2020-02-10 16:35:40
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O número de aplicativos de celulares diminuiu no mercado chinês em 2019, enquanto os aplicativos de música e vídeo registraram um grande número de downloads.

Cerca de 3,67 milhões de aplicativos de celulares estavam disponíveis na China até o final de dezembro, uma queda de 18,8% em termos anuais, segundo dados do Ministério da Indústria e Informatização.

Os jogos de celular continuavam liderando os apps em números, representando cerca de 25% do total, seguidos por aplicativos de ferramentas, comércio eletrônico e serviços.

Os apps de música e vídeo registraram o maior número de downloads, seguidos pelos de redes sociais e comunicação.

Apesar do menor número, a China segue sendo o maior mercado de aplicativos de celular em termos de despesa de usuário, segundo um relatório divulgado pela App Annie, uma fornecedora de dados do mercado global do setor.

Os apps de vídeos superaram outros em termos de gastos do usuário na China, segundo o estudo.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Funcionários ferroviários realizam operações de desinfecção para conter a propagação da epidemia
Mais equipes médicas são enviadas a Hubei para lutar contra coronavírus
Wuhan estabelece mais hospitais temporários para garantir tratamento de pacientes
Hospital Huoshenshan começou a receber pacientes infectados com coronavírus
Funcionários produzem equipamentos de proteção para ajudar no combate ao novo coronavírus
Construção do hospital Huoshenshan completada

Notícias

China retificará lei sobre proteção de vidas selvagens
Cidade chinesa mais atingida pelo novo coronavírus recebe carne de porco congelada
Fundamentos do crescimento econômico de longo prazo permanecem inalterados, diz Xi Jinping
Xi Jinping cumprimenta os profissionais da saúde
Xi Jinping inspeciona hospital de tratamento de coronavírus em Beijing
China anuncia medidas para apoiar pequenas e médias empresas em meio à epidemia