Correspondentes da CGTN visitam cemitério em Xinjiang para quebrar mentiras

Published: 2020-01-14 11:34:06
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Recentemente, um cemitério em Xayar, na Região Autônoma Uigur de Xinjiang, noroeste da China, tornou-se objeto de discussão internacional. A CNN informou que cemitérios da região estavam sendo demolidos pelas autoridades, destacando histórias como a de Aziz Isa Elkun, um poeta uigur que agora mora em Londres. Ele havia dito que não conseguia encontrar o túmulo de seu pai no Google Maps. Para descobrir a realidade, uma equipe da CGTN decidiu conferir se havia alguma verdade na reportagem da CNN.

"Não vejo Aziz desde o início de 2017. Ele voltou em fevereiro de 2017 para cuidar de seu pai, que estava gravemente doente, e foi a última vez que nos encontramos", disse Hepizem Nizamidin, mãe de Aziz.

"Aziz não voltou para o funeral de seu pai, então ele não tem ideia do local onde ele foi enterrado", disse Hepizem à CGTN. Aziz ligou de volta em dezembro de 2017 - a última vez que ouviram sua voz.

Hepizem e sua família temiam que um dia não encontrassem o túmulo em meio a tempestades de chuva e poeira. "Tivemos que atravessar as ruas lamacentas e sinuosas para chegar ao túmulo, sempre preocupados com a possibilidade de perdê-lo, pois todo o local estava sem vigilância", disse a irmã mais nova de Aziz, Hvrlem Eysa.

A preocupação deles foi atenuada em abril seguinte, quando ouviram a notícia de que um cemitério padrão de concreto seria construído perto desses velhos túmulos. Naquela época, eles solicitaram e mudaram o túmulo de Eysa para o novo cemitério em dezembro de 2018.

"Estou certa de que meu marido agora pode descansar em um lugar pacífico e tranquilo, com flores ao redor", disse Hepizem.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

China entra na alta temporada de viagens da Festa da Primavera
Festival de Lanternas de Qinhuai inaugurado em Nanjing
Nanning: Mercados realizam preparativos para Festival da Primavera
Pandas gigantes se divertem na neve em Jinan
China Post lança selos especiais do Ano Lunar do Rato
Neve cai em Beijing pela primeira vez em 2020

Notícias

Mais de 63 bilhões de encomendas foram entregues por 3,2 milhões de entregadores em 2019 na China
Correspondentes da CGTN visitam cemitério em Xinjiang para quebrar mentiras
ONU lança selos comemorativos do Ano do Rato
Beijing promoverá classificação de lixos sólidos
Air Macau estabelece-se no Aeroporto Internacional de Beijing-Daxing
Produção e venda de carro elétrico chinês continua a manter posição liderança em 2019