Comentário: Artigo de New York Times não passa de especulação

Fonte: CRI Published: 2019-12-30 22:13:45
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Um artigo do New York Times assinalou recentemente que o governo chinês enviou crianças de Xinjiang a escolas interna, obrigando-as a se separar de seus pais, falar mandarim e receber ensino patriótico. Esse artigo não tem base factual, sendo uma uma completa especulação.

A Região Autônoma Uigur de Xinjiang possui uma área sete vezes maior que a do Reino Unido. As escolas internas são uma medida de alívio à pobreza com base nas condições reais e são bem procuradas pelos residentes locais. O New York Times inventou a história, pretendendo aproveirar a compaixão humana para denegrir a educação de Xinjiang e a política étnica chinesa.

De fato, de acordo com as políticas educacionais de Xinjiang, os alunos do primeiro a terceiro ano frequentam escolas perto de casa. As escolas primárias com condição fornecem dormitórios aos alunos do quarto ao sexto ano. Há regras claras sobre a área per capita dos dormitórios e das cantinas.

Em Xinjiang, as escolas primárias e secundárias usam sete idiomas no ensino. As pessoas podem assistir os programas de TV e de rádio nos cinco idiomas. Mesmo assim, é normal que os residentes de Xinjiang estudem o mandarim, língua comum da China. Os EUA é um país de diversas nações e culturas, e se estes grupos não dominarem bem o inglês, seria difícil conseguir uma boa posição na sociedade americana.

Todos os países do mundo ensinam suas crianças a amar a pátria. Desde o final do século 19, estudantes dos EUA possuem a tradição de recitar o juramento de lealdade. Em fevereiro de 2019, um menino estadunidense de 11 anos foi preso por recusar a fazer o juramento de lealdade à bandeira nacional. Se os EUA dão tanta importância ao ensino patriótico, por que então criticam a educação patriótica em Xinjiang? Evidentemente, o país adota uma atitude ambígua.

Tradução: Florbela Guo

Revisão: Erasto Cruz

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Show de luzes em Wuhan
​Sanya, um perfeito destino turístico para fugir do frio do inverno
Parque temático mundo de gelo e neve abriu ao público
Entusiastas de esqui se divertem no Resort do Lago Songhua em Jilin
Paisagem de inverno na montanha Tianmen, Zhangjiajie, província de Hunan
Festa de gala em celebração ao retorno de Macau

Notícias

Xi Jinping enfatiza os preparativos para os Jogos Olímpicos de Inverno com abertura de nova ferrovia de alta velocidade
China refuta difamação dos EUA sobre luta antiterrorista em Xinjiang
Secretário-geral da ONU: jovem é maior fonte de esperança
Reunião de liderança do PCCh sublinha importância de permanecer fiel à missão fundamental do Partido
Foguete Longa Marcha-5 é lançado com sucesso
Relação China-Rússia entrou na nova era em 2019