Chanceler chinês pede que UE e China salvaguardem conjuntamente multilateralismo e ordem internacional

Fonte: Xinhua Published: 2019-12-18 21:21:12
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, disse nesta terça-feira que a China e a União Europeia (UE) devem se unir para defender o multilateralismo e manter a ordem internacional.

Wang deu a declaração em uma reunião com Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, na sede da UE em Bruxelas na terça-feira.

Wang observou que o próximo ano marca o 45º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e a UE, e que no próximo ano, os laços entre os dois lados terão novas oportunidades de desenvolvimento sob a nova liderança da UE.

Como duas grandes forças na multipolarização mundial, a China e a UE devem se unir para defender o multilateralismo e manter a ordem internacional. Para isso, os dois lados devem elevar a consciência da parceria, disse ele, acrescentando que a China e a Europa são parceiros, não rivais.

A cooperação China-UE terá mais espaço e potencial, ao passo que a China está impulsionando o aprofundamento de sua reforma e abertura, disse Wang, pedindo um acordo de investimento bilateral de alto nível, conforme programado. Os dois lados também devem fortalecer a cooperação mutuamente benéfica em inovação e economia digital e evitar a adoção de medidas discriminatórias contra países ou empresas específicos.

Wang afirmou que a cooperação entre a China e os países da Europa Central e Oriental (CEEC, em inglês) é parte integrante e um complemento útil para a cooperação China-UE. A China está disposta a promover a facilitação mútua entre as relações China-UE e os laços sino-CEEC através de uma comunicação reforçada com a UE.

Michel disse que o lado europeu acredita que o multilateralismo e a cooperação internacional são o melhor meio de lidar com os atuais desafios globais. A China está desempenhando um papel cada vez mais importante nas Nações Unidas e nos assuntos globais. É necessário que a UE e a China fortaleçam ainda mais o diálogo, mantenham conjuntamente a ordem e as regras internacionais, lidem melhor com os desafios e ameaças comuns e dêem um novo impulso às relações bilaterais.

Ele também comentou que a UE também acredita que a "cooperação 17 + 1" é um complemento importante às relações UE-China. A UE está pronta para trabalhar com a China para fazer preparativos completos para uma série de intercâmbios de alto nível programados para o próximo ano e para promover o progresso da parceria estratégica abrangente UE-China.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Cisnes passam o inverno no pantanal do rio Amarelo
Beijing acolheu uma grande neve
Um hotel feito de gelo e neve em Mohe
Paisagem da montanha Wuyi,província de Fujian
Competição de produtos feitos de barro foi realizada em Chongqing
O mar de nuvens na alvorada do inverno na cidade de Puer, província de Yunnan

Notícias

Chanceler chinês pede que UE e China salvaguardem conjuntamente multilateralismo e ordem internacional
Xi Jinping chega a Macau
Associação de Jornalistas da China realiza recepção de Ano Novo
Enviado especial chinês comparece à abertura ao tráfego de ferrovia no Quênia
Canal esportivo do CMG é acessível em Macau
Primeiro porta-aviões produzido pela China é entregue à Marinha chinesa