Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares

Fonte: CRI Published: 2019-11-27 20:59:48
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Foi realizada na manhã desta quarta-feira (27) na Universidade da Defesa Nacional do Exército de Libertação Popular da China a cerimônia de inauguração de um treinamento para reitores de academias e escolas militares. O secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCCh), presidente do país e presidente da Comissão Militar Central, Xi Jinping, compareceu ao evento e proferiu um discurso importante na ocasião.

O líder chinês salientou a importância da implementação integral da estratégia de fortalecimento do exército através de talentos. Ele pediu por mais esforços para impulsionar a reforma e a inovação das academias militares e priorizar os trabalhos de formação de talentos, de maneira a cultivar os profissionais militares de alta qualidade na nova era.

Segundo Xi Jinping, os reitores das academias militares devem ter forte consciência política e uma boa filosofia educacional, além de serem autodisciplinados. É importante agarrar a regularidade educativa, reforçar o profissionalismo e promover a educação militar acompanhando o ritmo do desenvolvimento, acrescentou.

Tradução: Zhao Yan

Edição: Erasto Santos Cruz


Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong