Comentário: Forçar empresas americanas a se retirar da China por meios administrativos não terá resultado

Fonte: CRI Published: 2019-08-25 21:27:02
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Diante da imposição estadunidense de 10% de tarifa adicional às exportações chinesas no valor de US$300 bilhões, o governo chinês foi forçado a tomar contramedidas. Alguns políticos norte-americanos pediram que suas empresas se retirassem imediatamente da China para procurar alternativas ou retornar aos EUA. As afirmações violam as leis da economia de mercado, sendo amplamente opostas pela comunidade econômica norte-americana.

Desde o começo dos atritos comerciais entre os dois países, certos políticos norte-americanos repetidamente ordenaram que as empresas dos EUA na China saiam o mais cedo possível. Esta é uma implementação do protecionismo por meios administrativos. Isso interferiu seriamente a liberdade de operação das companhias norte-americanas, enquanto vai destruir a ordem econômica global.

No contexto internacional atual, diversos países já formaram uma rede estável da cadeia industrial, de valor e de suprimento por meio da alocação de mercado e divisão do trabalho. Seguindo as leis da economia de mercado, as corporações multinacionais tendem a configurar recursos em diferentes nações para maximizar os lucros.

A Federação Nacional de Varejo dos Estados Unidos publicou recentemente uma declaração, salientando que encontrar fontes alternativas será um processo demorado e gastará muito dinheiro. Consta na nota que é irrealista para varejistas dos EUA deixarem a segunda maior economia do mundo. A realização das atividades comerciais na China ajuda a promover os produtos aos consumidores chineses e expandir mercado no exterior. Ao mesmo tempo, os trabalhadores e empresas norte-americanas também se beneficiarão disso.

Atualmente, a China está acelerando a transformação econômica para o desenvolvimento de alta qualidade. Neste contexto, é normal que algumas indústrias intensivas em mão-de-obra se desloquem do país, sendo um fenêmeno da economia de mercado. Acompanhado da modernização industrial e aplicação das políticas de abertura, a China atrairá mais investimentos estrangeiros devido à forte competitividade abrangente.

Tradução: Zhao Yan

Edição: Diego Goulart

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Turistas visitam o Parque Ecológico Nacional Shanwangping em Chongqing
Balé Nacional da China vai apresentar novo espetáculo em Beijing
Artistas folclóricos apresentou a Ópera Tibetana
Paisagem da Montanha Jinfo em Chongqing
Conferência Mundial de Robôs 2019
Mar de nuvens no terraço de Longji

Notícias

​Comentário: China mostra racionalidade e contenção nas contramedidas tarifárias
Exibição de Boutique Cultural de Fujian aberta no Brasil
Lojas de conveniência expandem-se cada vez mais na China
OMS conclama por mais pesquisas sobre riscos de partículas de plásticos à saúde
Comentário: jogar carta da “venda de armas” destinado ao fracasso
Construção da área-piloto em Shenzhen ajuda a desenvolver Grande Área da Baía Guangdong-HK-Macau