China e Brasil celebram 45 anos do estabelecimento das relações diplomáticas

Fonte: CRI Published: 2019-08-22 18:00:55
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A recepção alusiva a comemoração do 45º aniversário do estabelecimento da Relação Diplomática China e Brasil foi realizada nesta quinta-feira (22) em Beijing.

O evento contou com a presença do vice-presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da China, Ji Bingxuan, vice-ministro das Relações Exteriores, Zheng Zeguang, vice-presidente da Associação de Amizade do Povo Chinês com os Países Estrangeiros, Song Jingwu, bem como o Embaixador brasileiro na China, Paulo Estivallet de Mesquita.

No discurso, Song Jingwu fez uma retrospectiva do relacionamento sino-brasileiro ao longo dos 45 anos, lembrando que a boa amizade entre dois povos tem sido o fundamento e estimulo para o desenvolvimento das relações bilaterais. As cooperações pragmáticas beneficiam efectivamente os dois lados e aprofundam ainda mais o entendimento mútuo e sentimentos amigáveis dos povos.

O vice-presidente da entidade apontou que a Associação de Amizade do Povo Chinês com os Países Estrangeiros serve como um órgão dedicado à diplomacia civil e mantém as cooperações estreitas com a parte brasileira para impulsionar positivamente a parceria sino-brasileira nos campos de intercultura, imprensa, legislação e de governos locais.

Ele disse que até agora 57 cidade-irmãs já foram estabelecidas entre China e Brasil e o dia de agosto foi definido como “Dia da Imigração Chinesa” pelo governo brasileiro.

Paulo Estivallet, por sua vez, delineou que o fluxo comercial passou de cifras da ordem de dezenas de milhões de dólares para dezenas de bilhões de dólares de 1974 até hoje, assim como o fluxo de investimento são cada vez mais importantes. Ele apontou que o Brasil e a China têm iniciativas de cooperação em numerosas áreas, como espacial, ciência, tecnologia e inovação, finanças, educação e cultura, tomando exemplo do projeto pioneiro de CBERS que já colocou quatro satélites de sensoriamento remoto em órbita.

O embaixador brasileiro assinalou a confiança que o futuro será promissor para o Brasil e a China e que os dois países continuarão construindo um relacionamento dinâmico e profícuo para seus povos.

Enquanto isso, Danilo Santos, como testemunha do estabelecimento das relações diplomáticas entre duas nações e presidente da Associação de Amizade Brasil-China, manifestou muita alegria com o próximo relacionamento dos dois povos.

Ele indicou ainda que os intercâmbios interpessoais vêm sendo intensificando e as relações dos dois países se tornam uma referência para os grandes países em desenvolvimento.

Repórteres: António Xia, Isabel Shi

Revisão: Hilario Taimo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Campeonato Mundial de Freestyle Motocross realizado em Daqing
Desenhos foram criados em campos de arroz em Xinjiang
Caverna Yaolin impressiona e atrai turistas
Pinturas trimensionais em muros fazem da aldeia um resort turístico
Feira de Animais de Estimação da Ásia abre ao público em Shanghai
Turistas visitam o Parque Ecológico Nacional Shanwangping em Chongqing

Notícias

Expo Smart China tem assinatura de 530 projetos
Comentário: Ampliação das zonas de livre comércio injeta dinâmica à economia chinesa
Centros de Serviços Jurídicos no Exterior de Jiangsu oferecem serviços a empresas chinesas
Comentário: China trata bullying comercial de forma calma e racional
Acidente em via expressa deixa 7 mortos e 11 feridos no sul da China
Chefe do Executivo de Macau reúne-se com seu sucessor