Reservas de divisas da China somam US$ 3,1037 trilhões em julho

Fonte: Xinhua Published: 2019-08-08 15:52:19
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

As reservas de divisas da China chegaram a US$ 3,1037 trilhões no final de julho, mostraram na quarta-feira os dados oficiais.
  O volume aumentou US$ 31 bilhões, ou 1%, ante o início de 2019, segundo a Administração Estatal de Divisas (AED).
  O número caiu levemente ante os US$ 3,1192 trilhões no final de junho, terminando a tendência de crescimento de dois meses.
  A taxa de câmbio das principais divisas em relação ao dólar desceu em julho, enquanto os índices de bônus internacionais aumentaram como resultado de diversos fatores, incluindo a situação comercial global, as políticas monetárias dos bancos centrais e a geopolítica, assinalou a porta-voz da AED, Wang Chunying.
  Wang disse que a diminuição das reservas de divisas de julho foi uma flutuação normal considerando os estáveis fluxos de capital transfronteiriços e a oferta e a demanda equilibradas no mercado de divisas da China.
  "O índice do dólar aumentou cerca de 2,5% em julho, levando a uma depreciação substancial das principais divisas distintas ao dólar e à queda mensal nas reservas de divisas da China no mês passado", disse Zhao Qingming, economista chefe de um instituto de pesquisa do Mercado de Futuros Financeiros da China.
  O balanço dos fluxos de capital transfronteiriços e o crescente preço dos ativos devido ao corte na taxa do Federal Reserve compensou parcialmente a influência negativa nas reservas de divisas da China por um dólar robusto, acrescentou Zhao.
  Wang disse que a reguladora de divisas manterá a continuidade e a estabilidade das políticas de divisas e continuará abrindo o setor financeiro do país.
  A China conta com mercados de bônus e ações a nível mundial em termos de seu tamanho, entretanto o investimento estrangeiro representa apenas 2% e 3% desses mercados, respectivamente, deixando espaço amplo para o crescimento futuro, indicou Wang.
  "Continuaremos construindo um ambiente de investimento são para os investidores de exterior, incluindo os dos Estados Unidos, para que invistam em ativos em renminbi", assinalou.
  Os dados também mostraram que as reservas de ouro da China aumentaram pelo oitavo mês consecutivo em julho para 62,26 milhões de onças, 320 mil a mais em relação ao mês anterior.
  As reservas foram avaliadas em US$ 88,88 bilhões no final de julho, em comparação com os US$ 87,27 bilhões no final de junho.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem noturna de Nanchang, capital da província de Jiangxi
RoboMaster, uma competição de robótica anual da China
Aproveite a melhor estação do ano em Yajiang
LEGO abre sua primeira loja em Xi'an
Paisagem do ponto cênico de Hongcun, província de Anhui
Parada de Wushu e de Danças de Dragão e de Leão realizada em Macau

Notícias

Comércio exterior da China cresce 4,2% até julho
Reservas de divisas da China somam US$ 3,1037 trilhões em julho
Invest São Paulo Day em Shanghai reúne banqueiros e empresários chineses e brasileiros
Difamar a China como “manipuladora da moeda” é ato típico do unilateralismo dos EUA
Venezuela condena “embargo econômico completo” dos EUA
DiDi Chuxing inicia operações em Santiago do Chile