Comentário: Status da China como país em desenvolvimento não pode ser negado

Fonte: CRI Published: 2019-07-28 20:25:30
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A Casa Branca dos Estados Unidos pediu, nesta sexta-feira (26), ao seu representante comercial para aplicar todos os meios possíveis com vista a garantir que a Organização Mundial do Comércio (OMC) acelere a reforma sobre o estatuto dos países membros em desenvolvimento.

Os EUA dizem que possivelmente irão tomar ações unilaterais, caso nenhum progresso óbvio seja visto dentro de 90 dias. Esse ato demonstra o desprezo flagrante dos EUA às regras da OMC, sendo um pragmatismo e hegemonismo típico.

Como todos sabem, o status dos estados membros em desenvolvimento da OMC é classificado de acordo com a situação real dos países. Isso ajuda a promover a reforma doméstica e abertura do mercado dos países membros, além de ser favorável para alcançar as diversas metas da OMC. Neste sentido, o "Tratamento Especial e Diferenciado" para os países em desenvolvimento visa incentivar o crescimento econômico contínuo. Este princípio é uma base do mecanismo comercial global.

Entretanto, os EUA sempre ignoraram esse princípio da OMC, achando que o mesmo vai beneficiar os países com rápido desenvolvimento econômico.

Por isso, Washington pediu várias vezes, repetidas, uma reforma da OMC.

Desde que a China se tornou a segunda maior economia do mundo, em 2010, os EUA exigiram fortemente a sua privação do status de país em desenvolvimento. O fenômeno tornou-se mais discutido depois de Trump assumir o cargo presidencial dos EUA. A Casa Branca acusou, várias vezes, a OMC de favorecer a China e de ser injusta com os EUA.

Para que um estado seja considerado um país em desenvolvimento, ou não, é necessário ter em conta um conjunto de fatores abrangentes e não apenas um único indicador. O PIB, PIB per capita, estrutura industrial, capacidade de inovação e distribuição de renda nacional devem ser incluídos no intervalo de referência.

A China tem atualmente cerca de 1,4 bilhão de população e está enfrentando o problema de ter um grande volume econômico, mas renda per capita relativamente baixa. Além disso, o desenvolvimento desequilibrado entre regiões também impacta a China.

A natureza da disparidade entre a China e os EUA é a diferença entre o maior país em desenvolvimento e o maior país desenvolvido. Não é racional que os EUA recusem que a China é um país em desenvolvimento, tendo como o indicador apenas o PIB.

A China apoia firmemente a promoção da reforma da OMC, mas salienta que essa reforma deve defender o mecanismo comercial multilateral, de forma a garantir os interesses dos países em desenvolvimento.

Tradução:Zhao Yan
Edição: Hilário Taimo



Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong