Comentários da CRI tornam-se hastag e “bombam” na rede social da China

Fonte: CRI Published: 2019-07-28 19:21:52
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Os comentários da Rádio Internacional da China foram transmitidos por três dias consecutivos no noticiário nacional da Televisão Central da China (CCTV) e tornaram-se nos temas mais discutidos nas redes sociais da China devido aos seus questionamentos profundos contra Estados Unidos.

Os três artigos - intitulados “Quem está intimidando os outros pelo mundo?”, “EUA impedirão cooperação e desenvolvimento global” e “EUA devem refletir sobre próprios direitos humanos”, respetivamente – através de uma linguagem viva fazem críticas incisivas em relação à hegemonia dos norte-americanos, obtendo, assim, uma grande repercussão dos internautas chineses.

Refutando a carta conjunta das cem personalidades norte-americanas com linhas duras contra a China, na qual alegaram que, “no sistema político dos EUA, falar sobre a política é normal e a guerra é uma exceção, enquanto a situação é completamente contrária na China.”, o comentário satirizou que essa opinião absurda faria pessoas engasgar de tanto rir.

Além disto, os textos apontaram que Washington levanta, no cenário internacional, a bandeira dos direitos humanos para provocar contradição étnica em outros países, mas ele próprio se retirou sucessivamente do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas e do Pacto Global para a Migração. Logo depois da transmissão, os comentários surgiram com hastag mais lido na rede social da China.

Tradução: Isabel Shi

Revisão: Hilário Taimo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Galeria da Cidade Proibida no Museu do Palácio em Beijing
Bela paisagem de verão em Xinjiang
Turistas visitam museu de astronomia durante as férias de verão em Guizhou
Campo de flores de canola em Menyuan, província de Qinghai
Pessoas se refrescam em corredeira em Nanchang
Crianças aprendem sobre classificação do lixo em Hefei

Notícias

Comentários da CRI tornam-se hastag e “bombam” na rede social da China
Segunda exposição de importação da China terá mais participantes
Comentário: FedEx deve dar uma explicação a clientes chineses
China pede mais esforços na formação de adolescentes talentosos de inovação
Comentário: Quem está intimidando os outros pelo mundo?
Número de mortos sobe para 15 em deslizamento de terra no sudoeste da China