China pede que EUA parem com "supressão irracional" da Huawei

Fonte: Xinhua Published: 2019-01-29 18:31:33
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A China pediu na terça-feira que os Estados Unidos parem com a supressão irracional das empresas chinesas, incluindo a Huawei, declarou um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.
O Departamento da Justiça dos EUA supostamente iniciou as acusações criminais contra a Huawei, e continua buscando a extradição da chefe financeira da Huawei, Meng Wanzhou, do Canadá.
"A China está muito preocupada com essas acusações criminais", disse o porta-voz, Geng Shuang.
O governo chinês sempre exige que suas empresas conduzam uma cooperação econômica com base legal e que todos os países criem um ambiente justo, imparcial e não discriminatório para as operações legítimas das empresas chinesas, assinalou Geng.
"Desde algum tempo, os Estados Unidos aproveitam seu poder de Estado para desacreditar e suprimir uma empresa chinesa específica e tentam interferir nas operações legítimas dela. Essas ações contêm fortes intenções e manipulações políticas", disse ele.
"A China defenderá resolutamente os direitos e interesses legítimos de suas empresas", acrescentou.
Para o caso de Meng, Geng disse que a China declara repetidamente sua "postura solene sobre o assunto".
Os Estados Unidos e o Canadá usaram de forma arbitrária o tratado de extradição bilateral entre eles para tomar medidas compulsórias contra uma cidadã chinesa, o que viola severamente a segurança e os direitos e interesses legítimos dela, afirmou Geng.
"Mais uma vez, instamos o lado americano que retire imediatamente o mandado de prisão contra Meng Wanzhou e pare de buscar a extradição dela, a fim de evitar seguir o caminho errado", disse o porta-voz.
A China também pediu ao lado canadense que trate seriamente a postura chinesa, liberte imediatamente Meng e proteja seus direitos legítimos, e não seja uma pata de gato dos Estados Unidos, disse ele.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Nanjing: Festival de Lanternas de Qinhuai
Centro de distribuição automatizado inaugurado em Nanjing
Paisagem de inverno em parque florestal de Qinghai
Pessoas visitam mercado para compras do Festival da Primavera
Novo aeroporto de Beijing recebe "primeiro voo"
Turistas se divertem no Rio Songhua congelado em Harbin

Notícias

China realiza segunda deliberação sobre a Lei do Investimento Estrangeiro
China pede que EUA parem com "supressão irracional" da Huawei
Nicolas Maduro condena EUA pela sanção imposta à empresa Petróleos de Venezuela
China promove maior abertura tomando referência das principais economias
Hong Kong não pode parar de progredir, diz chefe do Executivo da região
Embaixador chinês refuta “ameaça da Huawei” no jornal britânico