China urge que os EUA terminem atos provocativos nas Ilhas Xisha

Published: 2019-01-07 19:37:38
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Nesta segunda-feira (7), o navio de guerra da marinha dos EUA, McCampbell, entrou sem permissão nas águas territoriais chinesas próximo das Ilhas Xisha. A China enviou imediatamente aviões e navios militares para verificar a identidade, avisou e expulsou o navio de guerra norte-americano, além de apresentar “representações severas” aos EUA.

Lu Kang disse que a medida violou as leis chinesa e internacional, prejudicou a soberania chinesa, a paz, a segurança e a boa ordem nas áreas marítimas relevantes.

Segundo ele, a China se opõe firmemente aos atos inapropriados dos EUA, urge que cessem imediatamente esse tipo de provocação e vai adotar as medidas necessárias para defender a soberania e segurança do país.



Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Pandas-gigantes se divertem no inverno de Shandong
Lanternas tradicionais são fabricadas para receber Festival da Primavera
Governos locais ajudam moradores a se livrarem da pobreza em Jiangsu e Shaanxi
Novo aeroporto de Beijing será inaugurado em setembro
Linda paisagem de neve na montanha Sanqing
Livraria torna-se uma atração turística em Xi’an

Notícias

China urge que os EUA terminem atos provocativos nas Ilhas Xisha
Gasolina e diesel com menos emissão de poluentes são compulsórios na China
Consulado Geral da China no Rio realiza reunião sobre proteção consular
Câmara dos EUA aprova orçamento na esperança de terminar paralisação do governo
Três fatores contribuem para pouso de Chang’e-4 no lado oculto da Lua
Veículo lunar Yutu-2 deixa primeira marca no solo do lado afastado da Lua