Comentário: Continuidade e sustentabilidade do plano garantem reforma e abertura da China

Fonte: CRI Published: 2018-12-21 21:11:13
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Por ocasião do 40º aniversário da reforma e abertura da China, a comunidade internacional se perguntou sobre quais as razões que garantiram o sucesso da reforma e abertura do país asiático. Muitos analistas mencionaram a inovação do sistema, a coragem na prática, o autoaperfeiçoamento, a diligência e mesmo a inteligência. Mas eles ignoraram um ponto importante que é um plano contínuo e sustentável para o desenvolvimento socioeconômico da China.

A reforma iniciou-se na área rural da província Anhui, e a abertura começou no delta do rio das Pérolas. Durante a reforma, o governo chinês aproveitou os planos quinquenais para garantir a estabilidade da reforma e do desenvolvimento. Na 19ª Conferência Nacional do Partido Comunista da China, realizada no ano passado, foi definido o objetivo de construir uma sociedade moderadamente confortável em todos os aspetos até 2020, realizar a modernização socialista básica até 2035 e construir uma potência socialista moderna até meados deste século.

Para qualquer país, a reforma é difícil e duradoura. A reforma e a abertura da China permanecem por 40 anos ininterruptos, o que representa a vantagem do sistema e a sorte da população.

Tradução: Xia Ren

Revisão: Keila Cândido

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Tripulação de trem-bala chinês prepara-se para o Festival da Primavera
Tesla inicia construção de fábrica em Shanghai
Pântano de metasequoias em Yunnan
Cidade Proibida realiza exposição comemorativa do Festival da Primavera
Pandas-gigantes se divertem no inverno de Shandong
Lanternas tradicionais são fabricadas para receber Festival da Primavera

Notícias

China promoverá novas medidas para incentivar consumo e ampliar abertura
Chefe Executivo da RAEM recebe novo comandante da Guarnição do Exército chinês
Embaixador chinês reúne-se com alto oficial do Itamarty no Brasil
Palestina pede à ONU que impeça Israel de construir assentamentos judaicos
Dois acadêmicos ganham mais alto prêmio de ciência e tecnologia da China
Houthis dizem ter dialogado com enviado especial da ONU sobre cessar-fogo