China pede contribuição conjunta com Austrália para o desenvolvimento dos países insulares no Pacífico

Published: 2018-11-09 19:37:04
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A porta-voz da chancelaria chinesa, Hua Chunying, afirmou hoje (9) em Beijing que China, Austrália e os países insulares do Pacífico pertencem à mesma família da região Ásia-Pacífico. A China e a Austrália podem aproveitar suas complementaridades para contribuir com o desenvolvimento e a prosperidade desses países.

Ao falar durante uma coletiva de imprensa regular, Hua Chunying respondeu a uma pergunta sobre as relações sino-australianas quanto à questão dos países insulares no Pacífico. A porta-voz disse que a cooperação entre a China e os países insulares é do tipo Sul-Sul, sendo uma ajuda mútua entre países em desenvolvimento.

A China acredita que a Austrália também quer ver a prosperidade dos países insulares no Pacífico e ajudá-los a se desenvolverem de forma sustentável, assinalou Hua Chunying.

Conforme a porta-voz, durante o Diálogo de Diplomacia e Estratégia China-Austrália, realizado ontem em Beijing, os chanceleres de ambos os lados mostraram atitudes positivas quanto às relações bilaterais. O chanceler chinês, Wang Yi, pediu que os dois países procurem uma direção correta e continuem promovendo o relacionamento.

Tradução: Paula Chen

Revisão: Layanna Azevedo

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Aviões de grande porte no Airshow China 2018
Restaurante automático serve clientes em Beijing
Festa Global de Programadores foi realizada em Xi´an
Salão do Automóvel de São Paulo 2018
Caças chineses em destaque no Airshow China
Paisagem noturna de Wuzhen

Notícias

China pede contribuição conjunta com Austrália para o desenvolvimento dos países insulares no Pacífico
Comentário: que tipo de mundo digital precisamos?
Chanceleres da China e da Austrália realizam em Beijing diálogo diplomático e estratégico
Importações da China saltam 26,3% e exportações sobem 20,1% em outubro
Tiroteio deixa 13 mortos na Califórnia
Comentário: exposição de importação ilumina o futuro