China oferecerá grande força motriz à causa global da redução da pobreza

Published: 2018-09-14 16:18:44
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A China vai oferecer uma grande força motriz para a causa mundial da redução da pobreza, disse Yu Jianhua, representante permanente da Missão Chinesa no Escritório das Nações Unidas, em Genebra.

Ele fez as declarações numa conferência sobre a eliminação da pobreza e garantia dos direitos humanos realizada ontem (13) pela China e África do Sul no Palácio das Nações, em Genebra. O evento foi realizado durante a 39ª sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU e contou com a participação de mais de 80 representantes, incluindo diplomatas de cerca de 30 países, funcionários das organizações internacionais e acadêmicos chineses e estrangeiros.

No seu discurso, Yu Jianhua disse que para erradicar a pobreza, melhorar as condições de vida das pessoas e garantir a prosperidade comum, a China, o maior país em desenvolvimento do mundo, enfatiza os direitos das pessoas ao desenvolvimento e se esforça para proteger e percorrer o caminho chinês para sair da pobreza.

Yu Jianhua disse que a eliminação da pobreza é o objetivo principal da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e uma forma importante de promover e proteger os direitos humanos. Enquanto trabalha para eliminar a pobreza em seu próprio país, a China apoia e ajuda a erradicar a pobreza nos outros países em desenvolvimento, especialmente nos países menos desenvolvidos.

Nozipho Mxakato-Diseko, representante permanente da África do Sul no escritório da ONU em Genebra, disse estar admirada com os grandes êxitos registrados pela China na redução da pobreza. As medidas anunciadas na Cúpula de Beijing do Fórum de Cooperação Sino-Africana promoverão de forma notável a causa da proteção dos direitos humanos da China e da África.

O representante permanente de Cuba no escritório da ONU em Genebra, Pedro Luis Pedroso Cuesta, disse que sem as metas de desenvolvimento sustentável, particularmente na erradicação da pobreza, os direitos econômicos, sociais e culturais, bem como os direitos civis e políticos, não poderão ser totalmente implementados. Ele disse que a iniciativa do Cinturão e Rota promove o desenvolvimento econômico e a proteção dos direitos humanos nos países ao longo do Cinturão e Rota, contribuindo para a realização da meta do desenvolvimento sustentável do mundo.

 

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Layanna Azevedo

 

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagem de outono de Shigatse
Agricultores saúdam a temporada de colheita nas diferentes regiões da China
Cenário de mar de nuvens na Montanha Huangshan em Anhui
Inaugurada 15ª Exposição China-ASEAN em Nanning
Raro panda-gigante marrom e branco vive em centro de pesquisa de Xi'an
Reserva Natural de Lago Shijiu, província de Anhui

Notícias

Dívidas privadas da China aumentam com riscos controláveis
Reserva Federal dos EUA aponta aumento de custo das empresas devido a medidas tarifárias
Milho fresco impulsiona indústria agrícola em distrito de Jiangsu
Missão chinesa de manutenção da paz chega ao Sudão do Sul
Chancelaria chinesa acredita que visita de Maduro à China será positiva
Lula pede a apoiadores que votem em seu substituto Fernando Haddad