Enviado especial chinês visitará EUA para negociações comerciais (atualizado)

Published: 2018-05-14 17:26:33
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O vice-premiê chinês Liu He, enviado especial do presidente chinês Xi Jinping, visitará os EUA entre os dias 15 e 19 de maio para realizar novas negociações sobre questões econômicas e comerciais. As informações foram divulgadas pelo porta-voz da Chancelaria chinesa, Lu Kang.

Liu He é o responsável do país para o diálogo econômico abrangente entre a China e os EUA. O chefe da delegação norte-americana é o secretário do Tesouro do país, Steven Mnuchin.

Durante uma coletiva de imprensa de rotina, o porta-voz Lu Kang afirmou que a China espera trabalhar junto com os EUA para impulsionar as negociações. Dessa forma, os dois países podem obter resultados positivos e construtivos.

Na ocasião, Lu Kang também comentou a mensagem do presidente norte-americano Donald Trump no Twitter. Nela, Trump disse que os dois países estão procurando ativamente meios para recuperar os negócios da empresa chinesa de telecomunicações ZTE nos EUA.

Lu Kang afirmou que a China aprecia as posições da parte norte-americana. Conforme o porta-voz, os dois lados vão discutir os detalhes do assunto.

Tradução: Paula Chen

Revisão: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Um viaduto está coberto de vegetação na cidade Fuzhou
Novas fotos da atriz Jiang Shuying
Revitalização de Wenchuan dez anos após terremoto
Banheiro público é decorado com plantas em Beijing
App possibilita acesso a filmes em celulares
Vila antiga em Jiangxi leva viagem a centenas de anos atrás

Notícias

Enviado especial chinês visitará EUA para negociações comerciais (atualizado)
Associação de Chineses no Rio de Janeiro realiza atividade pelo Dia das Mães
Guterres enaltece eleições do Conselho de Representantes do Iraque
Centro Cultural Moçambique-China em Maputo terá teatro para 1,5 mil pessoas
Estado Islâmico reivindica ataque a facadas em Paris
Xi Jinping visita Yingxiu 10 anos após o terremoto de Wenchuan