Barreiras dos EUA geram mais intercâmbio entre China e América Latina

Published: 2018-04-08 18:26:59
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O pesquisador do Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade de Changzhou, Zottele Esteban, atual presidente da Associação de Argentinos na China, disse que as barreiras comerciais dos EUA permitem mais intercâmbios entre a China e a América Latina.

Esteban se refere às recentes medidas adotadas pelo presidente norte-americano, Donald Trump, que assinou um memorando visando impor tarifas sobre os produtos chineses, ao mesmo tempo em que restringe investimentos, fusões e aquisições da China nos EUA. Essa decisão tem provocado forte reação na América Latina, disse ele.

“O comércio livre e a imigração eram a base do desenvolvimento dos EUA. A decisão de Trump vai na contramão do seu desenvolvimento ”, afirmou o pesquisador argentino. Esteban disse esperar que a cooperação com a China beneficie as pequenas e médias empresas latino-americanas.

Tradução: André Hu

Edição: Rafael Fontana


Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Um ginásio especial em Chengdu
Visite grandes buracos naturais na terra em Yunnan
Flores desabrocham em montanhas da Grande Muralha em Beijing
Hainan tem primeira ferrovia de alta velocidade que rodeia uma ilha no mundo
Aldeões decoram paredes de casas em Jiangxi
Piscinas de peixes criam diferentes formas no Rio Hongshui

Notícias

Barreiras dos EUA geram mais intercâmbio entre China e América Latina
Embaixador chinês no Reino Unido refuta visão dos EUA sobre PI
Premiê da Noruega diz que China defende e EUA ameaçam livre comércio
Base jurídica da investigação da “Seção 301” é questionada
Déficit comercial dos EUA com China é armadilha
Putin visitará a China em junho