Ministro da Cultura chinês ressalta reforçar a proteção de patrimôninos culturais

Fonte: CRI Published: 2018-03-13 17:23:10
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O ministro da Cultura da China, Luo Shugang, ressaltou nesta terça-feira (13), em Beijing, que o trabalho de proteção dos patrimônios culturais deve ser reforçado e priorizado.

Segundo Luo Shugang, deve-se estabelecer e pôr em prática o sistema de responsabilidade na proteção de relíquias, combater rigorosamente os crimes relacionados e reforçar a lei. Além disso, deve-se promover ainda mais a proteção dos patrimônios culturais imateriais e impulsionar sua interação com as características da era e da vida do povo.

Até o momento, a China possui 767 mil relíquias imóveis, 108 milhões de relíquias móveis e 87 mil patrimônios culturais imateriais. O país já tem 52 patrimônios culturais e naturais que foram integrados na Lista de Patrimônio Mundial, ficando em segundo lugar do ranking mundial. E 39 herenças culturais foram incluídas na Lista de Patrimônios Culturais Imateriais, ocupando a liderança mundial.

Tradução: Virgília Han

Revisão: Fernanda Wendland

 

 

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Paisagens de campos de melancia em Guangxi
Cataratas Hukou têm grandes fluxos de água
Grous de pescoço negro no Tibete
Festival das Cerejeiras em Wuhan
Produção do tradicional "macarrão oco" de Suiyang em Guizhou
Famosa zona pitoresca Jiuzhaigou foi reaberta ao público

Notícias

China acolhe entrada de empresas dos países participantes do Cinturão e Rota
Acidente aéreo deixa 49 mortos no Nepal
Xi Jinping afirma promover o desenvolvimento da integração civil e militar
Avião com 71 pessoas a bordo cai no Nepal e 17 são resgatadas com vida
Assembleia Popular Nacional da China aprova emenda constitucional
Legislação no aspecto cultural está avançando rápido na China