Entra em vigor Lei do Hino Nacional da República Popular da China

Fonte: CRI Published: 2017-09-30 19:54:35
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

A Lei do Hino Nacional da República Popular da China entrará em vigor neste domingo, dia 1º de outubro, definindo uma versão unificada da letra e música do hino nacional chinês. O documento também estipula seu canto, uso e transmissão. A nova lei traça uma “linha vermelha” jurídica para as ações que sejam classificadas como insultos ao hino nacional. A lei defende a dignidade nacional da mesma forma que outras leis lançadas anteriormente, como a Lei da Bandeira Nacional e a do Emblema Nacional.


Segundo a lei, pessoas que adulterarem deliberadamente a letra ou a música do hino nacional em público, cantarem de forma depreciativa ou cometerem outros insultos ao hino nacional receberão advertências ou até 15 dias de detenção. Aqueles que cometam essas ações de forma criminosa assumirão as responsabilidades penais. Fontes oficiais revelaram que a Lei do Hino Nacional constará no anexo III da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Hong Kong e da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau, para sua implementação nas duas regiões. 


Revisado por duas vezes, o projeto da lei foi aprovado no último dia 1º de setembro pelo Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da China.


Tradução: Inês Zhu

Edição: Rafael Fontana

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Ni Ni e Jing Boran posam juntos para "BAZAAR"
Canteiro de flores na Praça de Tiananmen
Paisagem de Shahu, no noroeste da China
Veja fotos do último dia do Rock in Rio 2017
Semana de Moda de Milão 2018
Exposição Gastronômica do Meio-Outono realizada em Chengdu

Notícias

UE adota medidas para enfrentar crise na segurança de alimentos
Beijing inicia construção de novo ponto de partida histórico
Lançado primeiro trem de carga refrigerado China-Rússia
Vice-premier chinesa é premiada pela Universidade de Nova York
Xi Jinping visita Exposição "Os 5 anos de mudanças da China"
Construção de alto padrão do subcentro de Beijing é promovida ordenadamente