Conheça Exposição Internacional de Horticultura de Beijing

Published: 2019-02-15 14:24:22
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Beijing foi nomeada pelo Escritório Internacional das Exposições, sediado em Paris, como a cidade anfitriã para a Exposição Internacional de Horticultura 2019, com o tema "Viva verde, viva melhor". O evento será realizado entre 29 de abril e sete de outubro de 2019. Até o momento, 86 países e 24 organizações internacionais confirmaram a participação na exposição, segundo o comitê organizador.


Esta é a segunda vez que a China realiza uma exposição de horticultura de alto nível. A cidade de Kunming, no sudoeste do país, realizou a expo em 1999.

Conheça Exposição Internacional de Horticultura de Beijing


Aberta de 29 de abril a 7 de outubro de 2019, a exposição de 162 dias exibirá as últimas conquistas na floricultura e na plantação de frutas e vegetais no pé da Grande Muralha, no distrito de Yanqing, noroeste de Beijing. Os visitantes podem desfrutar de mais de 2.500 atividades culturais, como desfiles em toda a exposição.


Atualmente, apesar das baixíssimas temperaturas, os trabalhadores estão correndo com os preparativos internos e externos para o evento. Segundo o comitê organizador, todas as infraestruturas, incluindo 100 jardins internos e ao ar livre da exposição serão concluídas até o final de março. Além disso, a infraestrutura de mais de 30 dos 41 jardins internacionais já foi instalada.


Os países participantes consideram a exposição uma plataforma para a demonstração de seus avanços mais recentes no setor de horticultura e para promover o turismo assim como fazer intercâmbios hortícolas e agrícolas", disse Jiao Yutong, funcionário do comitê organizador.

Conheça Exposição Internacional de Horticultura de Beijing


A exposição apresentará o cultivo de flores, de frutas e de hortaliças ao pé da Grande Muralha em Yanqing. Durante a exposição, os visitantes poderão conferir mais de 2.500 atividades culturais. A indústria de floricultura da China tornou-se cada vez mais próspera nas últimas décadas. Em 1984 a área de cultivo era de cerca de 14.000 hectares, já em 2018 foi ampiada para cerca de 1,4 milhão de hectares, a maior no mundo. As vendas saltaram de 600 milhões de yuans (cerca de US$ 87,1 milhões) para 153,3 bilhões de yuans durante o período.



Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Vista aérea do Lago Oeste em Hangzhou
Festival Internacional de Circo da China realizado em Zhuhai
Reserva Nacional Natural de Wanglang, na província de Sichuan
Cenário de neve no parque Beiling em Shenyang
Panda gigante brinca na neve em Heilongjiang
Paisagem do lago Ruqin no ponto turístico de Lushan em Jiangxi

Notícias

Presidentes da China e do Suriname reúnem-se em Beijing
Presidente chinês salienta importância de cultivar talentos militares
Políticos dos EUA difamam a imagem da China com intenções sinistras, disse porta-voz da Chancelaria
Comentário: Investidores globais estão otimistas com o mercado de capitais da China
Compatriotas de Taiwan têm tratamento igualitário em mais setores na parte continental chinesa
Alto funcionário do PCCh critica ato dos EUA sobre Hong Kong