Revitalização da técnica de gravação em joias de ouro e prata de Shanxi

Published: 2020-08-12 10:08:21
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Num beco da cidade antiga de Pingyao, um dos pontos turísticos mais famosos da província de Shanxi, norte da China, está localizada uma residência antiga com uma história de mais de 300 anos, onde se ouve de vez em quando batidas tilintantes. Aqui, Liu Xingdong, um herdeiro das habilidades tradicionais da cidade de Jinzhong, tem trabalhado por muitos anos para levar adiante as técnicas de gravar em joias de ouro e prata.

Na “Antiga Residência de Zhao Dali” no beco Cangxiang da cidade antiga de Pingyao, Liu Xingdong, está fazendo gravação num cadeado de prata reservado para um casal de noivos. O caratere chinês Xi, que significa felicidade, foi esculpido à mão, e, em baixo, estão vários desenhos vívidos. “Veja, os desenhos deste cadeado, são pássaros e flores, especialmente peônias que significam a riqueza”, explicou Liu Xingdong.

As joias de prata, tradicionais de Shanxi, são bem conhecidas em todo o país pelo seu estilo elegante. Nos anos de 1980, o pai de Liu Xingdong começou a dedicar-se na arte de joalharia. E Liu, após herdar as técnicas do pai, abriu sua primeira loja, Xingdongfang, na cidade antiga de Pingyao, quando tinha 25 anos. Mas, no início, o negócio não era fácil de fazer.“Naquela altura, as joias e ornamentos de ouro e prata não eram popularizados em casas de pessoas comuns. Aí, se houvesse encomendas, a gente fazia, se não, trabalhava com agricultura”, conta Liu.

Além disso, com o passar do tempo, o processo com máquinas causou um golpe quase destrutivo ao setor de joias manuais. No momento mais difícil, Liu Xingdong tinha que ir a outras cidades para vender seus produtos. Em 2000, havia apenas três lojas de joias de prata na cidade antiga de Pingyao. Mas Liu nunca desistiu do seu sonho. “A gravação em joias de ouro e prata é uma técnica antiga, também uma cultura tradicional preciosa. Queria registrar mais memórias sobre Shanxi através da arte de fazer joias de ouro e prata.”

Em 2015, Liu Xingdong foi classificado como herdeiro do patrimônio imaterial da cidade de Jinzhong. Sua dedicação e persistência valeram a pena. “O negócio ficou bem melhor. Há cada vez mais clientes que vêm procurar para fazer joias de ouro e prata. Muitas pessoas não entendem as técnicas, mas entendem o que é a beleza”, disse o joalheiro.

Agora, Liu Xingdong começou a ensinar discípulos. No pequeno pátio da residência nº 49 no beco Cangxiang, as habilidades tradicionais da fabricação de joias de ouro e prata de Shanxi serão transmitidas de geração em geração.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shantou: uma cidade diversa, rica em história
Xiamen, um jardim sobre o mar
Belo dia de sol em Beijing
Shenzhen: uma cidade moderna, energética, internacionalizada e de moda
Idosos praticam aeróbica tradicional no parque Templo do Céu em Beijing
Próspera indústria de plantação de pêras em Xinjiang

Notícias

Emissão de títulos da China chega a US$ 680 bilhões em julho
Aldeia na região montanhosa de Chongqing está mais acessível e tecnológica
72% dos ingressos do Festival Internacional de Cinema de Beijing são vendidos em 10 minutos
​Começa construção do CMG Copyright Trade Center em Shanghai
Xi Jinping: PCCh sempre terá sucesso se governar para o povo
Mianmar inicia 4ª reunião da Conferência de Paz de Panglong do Século 21