Weng Yilan aprecia a felicidade criada através do trabalho duro

Fonte: CRI Published: 2020-10-10 19:42:52
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Locutora da rádio, diplomata, empreendedora e tradutora de literatura compõem a prolífica vida de Weng Yilan, de 78 anos. Ao recordar os momentos que passou nas diferentes fases da sua carreira, ela aprecia a felicidade criada pelo trabalho duro.

A trajetória especial começou ao aprender português na década de 1960. Weng e os seus colegas foram da primeira turma do idioma no ensino superior na China. Sem material didático, o processo de aprendizagem era difícil, dependendo de uma professora brasileira, Mara Mazzoncinni, que não sabia nenhuma palavra em chinês e ensinava por desenhos e apontando as coisas que estavam passando. “Não podemos esquecer a dedicação da professora. Se não fosse ela, nunca teríamos os êxitos de hoje”, disse Weng emocionada, que, anos depois, foi até Ribeirão Preto para depositar uma coroa de flores no túmulo da professora em nome da turma.

O primeiro emprego da Weng foi na Rádio Pequim. Trata-se do período muito árduo da China, devido à revolução cultural. Naquela época, ela precisava trabalhar até 3 horas da noite e quase não tinha descanso no dia-a-dia. Os especialistas brasileiros também acompanhavam e exigiam uma tradução e gravação rigorosas. Porém ninguém reclamou e até estavam alegres. “Talvez era juventude”, concluiu a ela, e considera este treinamento como a origem e a base dos seus sonhos.

Em 1975, uma ordem repentina quebrou a rotina e converteu Weng em diplomata. Sempre pronta a adaptar-se a nova cena, ela assumiu rapidamente o papel e cumpriu bem a missão. No Ministério das Relações Exteriores, testemunhou muitos acontecimentos importantes na diplomacia chinesa com os países de língua portuguesa. A experiência habilitou ainda mais ela na comunicação com os estrangeiros e na resolução de problemas específicos.

Entretanto, uma voz que reside em seu coração sempre ressoa: a vida deveria ser tomada com suas próprias mãos. A virada surgiu com a chegada da abertura da China. Aos 48 anos de idade, Weng e seu marido aceitaram o convite do Município de Shenzhen para fundar uma empresa de comércio no Chile. “Era a primeira vez que não era ordem obrigatória”, enfatizou ela, e, por isso, escolheu seguir um caminho avançado, “desfrutando das dificuldades para dar um passo a frente”. A coragem, a inteligência e os esforços levaram a um sucesso notável.

Para Weng Yilan, a vida feliz é uma ideia ampla, mas só a colheita poderá proporcionar satisfação duradoura e verdadeira. Mesmo aposentados, ela e seu companheiro continuam atentos à aproximação dos chineses com culturas e povos de língua portuguesa, através da tradução de obras literárias.


Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Semana de moda de Shanghai - Desfiles de Primavera-Verão 2021
Vista aérea das árvores de populus euphratica na cidade de Jiuquan, província de Gansu, noroeste da China
Paisagem de outono da vila Hemu em Xinjiang
Antiga vila de Zhouzhuang recebe decorações para celebrar o Festival da Lua e o Dia Nacional
Um caminho verde elevado foi lançado oficialmente na cidade de Tangshan
Pandas gigantes recebem uma festa de aniversário coletiva em Sichuan

Notícias

Representante da China na ONU conclama aos EUA para que defendam a segurança internacional
China doa equipamentos médicos para comunidades indígenas na Amazônia
Filhote de panda gigante está "ganhando peso", diz zoológico norte-americano
Turismo doméstico se recupera durante feriado do Dia Nacional da China
Vida próspera nos livros
Apenas a China terá um crescimento econômico positivo, prevê institutos de pesquisa europeia