Conheça a alimentação dos muçulmanos

Fonte: CRI Published: 2018-11-26 09:43:24
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Conheça a alimentação dos muçulmanos

A palavra halal significa “permitido”, ou seja o que se pode fazer, o que se pode consumir, o que se pode ver, o que se pode ler, o que se pode vestir. Essa palavra não usada apenas para a comida, mas para tudo. O antônimo de halal, ou seja o que não é permitido é haram que significa proibido.

Há ainda o que é Mushbooh, que é aquilo que é “duvidoso” ou “suspeito”. Se um muçulmano não sabe se a comida é halal ou haram, a comida passa a ser “mushbooh”. Uma coisa Mushbooh não é algo proibida, mas deve ser evitada, pois é duvidosa, não é 100% segura. O certo é evitar esse tipo de comida. Geralmente, os alimentos seguintes são permitidos ou halal para os muçulmanos: leite de vacas, ovelhas, cabras ou camelas, mel, peixe, plantas que não são intoxicantes, legumes frescos ou congelados em natura, frutas frescas ou secas, leguminosas como amendoim, nozes, castanhas, grãos como trigo, arroz, painço, milho, aveia, etc.

Conheça a alimentação dos muçulmanos

Ao contrário, os alimentos seguintes são proibidos, ou seja haram: suínos e seus derivados, sangue e derivados do sangue, animais carnívoros, répteis e insetos, animais halal que não foram abatidos de acordo com a Lei Islâmica, animais abatidos em nome de outro, os corpos de animais mortos ou que foram mortos antes do abate normal, álcool e intoxicantes como vinho, álcool etílico, licores, etc.

O sangue é proibido também. Sangue fresco ou coagulado. O consumo de sangue seja de que animal for é haram, pois este contém organismos causadores de várias doenças. Tais organismos circulam no sangue sem que o corpo manifeste qualquer sintoma da doença, daí que seja prejudicial consumir sangue. Igualmente, a carne que contenha muito sangue constitui um perigo potencial de contracção de doenças causadas por organismos contidos no sangue.

Conheça a alimentação dos muçulmanos

Os animais que morrem por causas naturais são universalmente considerados como ilícitos ou impróprios para o consumo humano. Os animais podem também morrer devido a doenças ou ao comer plantas venenosas, sendo por isso impensável considerar a carne desse tipo de animais para alimentação.

Quanto aos costumes dos muçulmanos ao tomar refeição, deve-se comer com a mão direita. Se for convidado para casa de um muçulmano, deve-se retirar os sapatos antes de entrar. Deve sentar no chão coberto com tapetes e as solas dos seus pés não devem apontar para outra pessoa. As refeições são à base de peixes, carne de carneiro, carne de camelo e aves. Serve-se muita fruta também. Bom, este é o programa Gastronomia.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Cozinheiros participam de competição de habilidades culinárias em Hebei
Alunos de Qingdao fazem arte criativa com folhas
Panorama aéreo da ponte Leixin em Jiangxi
Exibição em homenagem aos 40 anos da reforma e abertura recebe visitantes estrangeiros
Pessoas da étnia Miao celebram festival tradicional em Guizhou
Fotos aéreas de cidade Yangzhou

Notícias

Diminui número de moradores permanentes em Beijing
Xi'an aumenta número de trens de carga China-Europa em 2018
Agenda diplomática de Xi Jinping termina ano com visita à Europa e América Latina
Comentário: Quais são as palavras não ditas do Brexit?
Satélite sino-brasileiro de recursos terrestres é exemplo da Cooperação Sul-Sul
Inaugurado Salão Chinês na Cidade do Panamá