Ronnie Lins acredita que economia chinesa crescerã 6% neste ano mesmo com epidemia

Fonte: CRI Published: 2020-02-28 11:50:09
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O mundo está preocupado com o impacto trazido pela epidemia do novo coronavírus à economia chinesa. O diretor da Câmara de integração e comércio Brasil e China (CIDECOM), Ronnie Lins, ao conceder entrevista ao nosso programa, analisou a importância da economia chinesa para o comércio internacional. Ele considera que é muito prematuro prever uma desaceleração da economia chinesa. Lins acredita que o crescimento econômico da China permanecerá em torno de 6% neste ano.

Após o início da epidemia, as instituições financeiras chinesas adotaram medidas para apoiar a luta contra o novo coranavírus. Para Ronnie Lins, essas medidas financeiras são eficazes para a recuperação da economia. Ele também deu suas sugestões.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Restaurante oferece refeições gratuitas para funcionários médicos em Haikou
Campo de flores de canola em Sichuan
Estudantes de Shanghai participaram de uma aula experimental online
Oficinas destinadas ao alívio da pobreza retomam produção em Hunan
Pacientes recuperados pelo novo coronavirus doaram plasma em Hebei
Trabalhadores migrantes usam trem-bala especial para retomar o trabalho

Notícias

Sonda chinesa Chang'e-4 mapeia imagem da subsuperfície no lado escuro lunar
China é capaz de produzir mais de 70 milhões de máscaras por dia
São Paulo tem primeiro caso confirmado do novo coronavírus no Brasil
Representante chinês pede respeito na questão dos direitos humanos
Remédio antiviral Remdesivir ganha três patentes na China
Medidas da China são pragmáticas e reflexíveis, diz especialista da OMS