Chongqing promove desenvolvimento verde do Cinturão Econômico do Rio Yangtsé

Fonte: CRI Published: 2020-02-12 11:53:24
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

O Yangtsé é o maior rio da China e o terceiro maior do mundo, originário do Planalto Qinghai-Tibet, conhecido como telhado do mundo. Ele tem mais de 6.300 quilômetros de extensão e tem muitos afluentes, oito dos quais têm uma área de bacia de mais de 80 mil quilômetros quadrados.

O Cinturão Econômico do Rio Yangtsé abrange 11 províncias e municípios, incluindo Shanghai, Jiangsu, Zhejiang, Anhui, Jiangxi, Hubei, Hunan, Chongqing, Sichuan, Guizhou e Yunnan, com uma área de mais de dois milhões de quilômetros quadrados, representando 21,4% do país.

Em 2018, a população total do Cinturão Econômico do Rio Yangtsé era de cerca de 599 milhões, representando 42,9% do país. O PIB regional é de cerca de 40,3 trilhões de yuans, representando 44,1% do país.

O Cinturão Econômico abrange as regiões leste, centro e oeste da China e possui vantagens únicas e um enorme potencial de desenvolvimento. Desde a reforma e abertura, a região foi a que se transformou com maior força abrangente na China e que desempenhou um papel estratégico maior de apoio à economia chinesa.

No entanto, o desenvolvimento do Cinturão Econômico do Rio Yangtsé enfrenta dificuldades e problemas que precisam ser resolvidos com urgência. Como exemplo a agravação da situação do ecossistema, o desequilíbrio proeminente do desenvolvimento regional, as dificuldades na transformação e modernização industrial e o mecanismo incompleto de cooperação regional, etc.

Em janeiro de quatro anos atrás, o presidente chinês, Xi Jinping, convocou uma reunião sobre a promoção do desenvolvimento do Cinturão Econômico do Rio Yangtsé, em Chongqing. Ele afirmou que deve-se priorizar o meio ambiente e buscar o desenvolvimento verde, empenhar-se na recuperação do meio ambiente do rio Yangtsé como uma tarefa predominantemente importante e intensificando a proteção ambiental em grande escala em vez de explorar de forma abusiva o meio ambiente. Ao longo dos últimos quatro anos, os trabalhos concernentes têm sido promovidos, de modo a obter êxitos em recuperação ambiental, construção da rede de transporte, atualização industrial, reforma e inovação institucional, entre outras áreas.

Chongqing localiza-se no curso superior do rio. Nesses últimos anos, a cidade empenhou-se no desenvolvimento da agricultura característica de regiões montanhosas, dando um bom exemplo de desenvolvimento verde.

No distrito de Fengjie, havia uma fábrica de enxofre que tinha uma produção de mais de sete mil toneladas do produto por ano. Porém, a superexploração destruiu gravemente os recursos e o meio ambiente. A fábrica foi fechada e na área de mineração foi criada uma base de agricultura com paisagem bonita. O diretor da comunidade Dawo do distrito de Fengjie, Wen Jinping, explicou o que foi feito.

"Desviamos a água de nascente para cá, em que criamos 500 mil peixes de água fria. Também plantamos árvores de romã de 70 hectares e árvores de ameixa de 110 hectares. Agora, temos um ambiente limpo e verde que pode nos trazer riqueza.”

Nos últimos anos, foram introduzidos vários projetos de agricultura com as particularidades locais do distrito de Fengjie, incluindo a plantação de laranjas, oliveiras e ervas de medicina tradicional chinesa. Atualmente, o distrito tem 22 mil hectares de laranjeiras cuja produção anual atinge 300 mil toneladas, criando um valor de 2,4 bilhões de yuans. A marca de laranja de Fengjie custa 18,28 bilhões de yuans. O PIB do distrito em 2018 aumentou 8,3% em relação ao ano anterior, para chegar a 28,7 bilhões de yuans. O representante do distrito de Fengjie, Yang Shuhai, afirmou que sua meta é se tornar um dos distritos de melhor desenvolvimento verde no Cinturão Econômico do Rio Yangtsé.

“Vamos abandonar firmemente todos os modelos de desenvolvimento extensivo, com grande consumo energético e de recursos naturais. O nosso objetivo é criar um ecossistema saudável.”

Em Chongqing, foi realizada uma campanha de proteção da fonte de água potável, reforçando a supervisão e o tratamento do setor de restauração e dos navios. A ação também acelerou o aperfeiçoamento de instalações de proteção ambiental, por exemplo, a reconstrução e a expansão das estações de tratamento de esgoto do Rio Yangtsé e dos seus afluentes. Um diretor da Empresa de Tratamento de Esgoto de Wanchuan, no distrito de Wanzhou, Li Wei, nos contou mais detalhes.

“Foram melhorados significativamente os indicadores de nitrogênio e fósforo das águas poluídas tratadas. Além disso, também aplicamos uma supervisão mais rigorosa sobre a qualidade das águas.”

Em 2019, a qualidade de água do Yangtsé em Chongqing ficou excelente. Dados mostram que até dezembro de 2018, a tubulação de esgoto das cidades no Cinturão Econômico do Rio aumentou 3.954 quilômetros em relação ao ano anterior. Nesse período, 579 minas foram fechadas ao longo das 11 províncias à beira do rio. Em 2019, 958 empresas da indústria química ao longo do rio foram fechadas, mudadas ou transformadas.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Mais robôs de desinfecção entram em serviço em vários hospitais em Qingdao
Funcionários ferroviários realizam operações de desinfecção para conter a propagação da epidemia
Mais equipes médicas são enviadas a Hubei para lutar contra coronavírus
Wuhan estabelece mais hospitais temporários para garantir tratamento de pacientes
Hospital Huoshenshan começou a receber pacientes infectados com coronavírus
Funcionários produzem equipamentos de proteção para ajudar no combate ao novo coronavírus

Notícias

Primeiros 28 pacientes receberam alta de um hospital temporário de Wuhan
A solidariedade vencerá. Força, China!
China retificará lei sobre proteção de vidas selvagens
Wuhan recebe carne de porco congelada
Fundamentos do crescimento econômico de longo prazo permanecem inalterados, diz Xi Jinping
Xi Jinping cumprimenta os profissionais da saúde