Rafael Vitale compartilha estratégia de privatização do governo brasileiro no setor de infraestrutura

Fonte: CRI Published: 2020-01-21 16:35:55
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

Rafael Vitale é o Gerente de Projeto da Assessoria Internacional do Ministério da Infraestrutura do Brasil. Na entrevista ao Panorama Econômico, ele compartilhou a estratégia de privatização do governo brasileiro no setor de infraestrutura, dizendo que o país quer promover os investimentos e melhorar a prestação de serviços por meio da iniciativa privada. Salientou que a China é um dos principais parceiros nessa área. Vitale apresentou os detalhes dos projetos e analisou os benefícios das cooperações, além de manifestar um alto apreço ao desenvolvimento de infraestrutura da China. Ele ainda revelou que o ministro brasileiro da Infraestrutura possivelmente visitará a China em março.

Segundo Vitale, o Brasil possui o maior programa de transferências de ativos de infraestrutura do mundo. São mais de 18.000km de rodovias, três ferrovias, 55 aeroportos, dois portos e diversos terminais portuários que serão disponibilizados à iniciativa privada na atual gestão do presidente brasileiro Jair Bolsonaro ( 2019-2022).

Todos os projetos do Ministério da Infraestrutura somam mais de US$ 50 bilhões de dólares em investimentos para ampliar e modernizar a infraestrutura de transportes do país. Trata-se de um importante movimento para induzir o crescimento econômico através do capital privado e reduzir o “Custo Brasil”, ampliando a competitividade do país no cenário global.

Vitale esteve por dois anos em Beijing. Para ele, a infraestrutura de transportes chinesa é hoje um importante e relevante benchmarket global. O Porto de Shanghai é o mais movimentado do mundo. Os aeroportos da China ostentam números de destaque em eficiência e segurança. A malha rodoviária da China foi amplamente modernizada, com muitos trechos em túneis e pontes, e, por fim, o desenvolvimento do sistema de ferrovias de alta velocidade da China é um dos maiores casos de sucesso da história dos transprotes. Ele acha que a Chine é sem dúvida um dos principais potenciais parcerios no processo de transferência de ativos de infraestrura para a iniciativa privada.

Vitale destacou que o Brasil e a China possuem um excelente relacionamento de cooperação e são economias complementares. Ele disse que a China é hoje o maior comprador das comodities brasileiras. Investir na melhoria da infraestrutura de transportes do Brasil significa reduzir os custos dos produtos que a China compra do Brasil. Para ele, o investimento chinês em infraestrutura brasileira representa a concretização da relação ganha-ganha dentro da relação sul-sul.

Vitale revelou que o minsitro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Fretias, visitará a China provavelmente no primeiro trimestre deste ano.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Como passar a Festa da Primavera?
Cerca de 400 cisnes voaram recentemente para o rio Peacock em Korla
Clientes fazem as compras para o Ano Novo Chinês em Nanning
Artistas voluntários realizam a dança de dragão e leão para os moradores
Paisagem de inverno da pradaria Xilingol
Pessoas compram flores para o Festival da Primavera

Notícias

Vice-premiê chinês pede esforços conjuntos para promover globalização econômica
Vice-primeiro-ministro chinês visita Suíça
Macau confirma 1º caso de novo coronavírus
Concluída construção do mais longo túnel de metrô submarino da China
Renda disponível per capita do Tibet cresce em 2019
Realizado em Beijing 4° ensaio da gala do Festival da Primavera 2020