"Freak" de Ronald Cheng e "Me Too" de Mi2

Published: 2018-07-09 09:49:27
Comment
Share
Share this with Close
Messenger Messenger Pinterest LinkedIn

"Freak" de Ronald Cheng e "Me Too" de Mi2

O primeiro álbum é do cantor de Hongkong, Ronald Cheng, Zheng Zhongji. Este álbum, "Freak" foi lançado em 2008. Ronald Cheng possui boas técnicas naturais de canto. A voz dele é limpa e reservada, apresentando bem o conceito sobre amor dos chineses. Ele vem de uma família muito rica que tem muitos recursos no círculo de entretenimento chinês. Além de cantor, Ronald Cheng também écomediante e criou alguns papéis memoráveis. Mas hoje, vamos só conhecer as sua obras musicais.

O segundo álbum que apresentamos é "Me Too" de uma dupla chamada Mi2, que tem significado de “Nós dois” em inglês. Eles são um casal polêmico, porque o homem Mission Zhang, tem 29 anos, mas a menina, Akama Miki, é adolescente. A diferença da idade deles é de 13 anos. Mission Zhang foi professor musical de Miki. Quando eles se encontraram pela primeira vez, se apaixonaram. Mission decidiu esperá-la crescer. Acompanhados por muitas críticas e suspeitas, eles formaram a dupla e se comunicam ao público como um casal. O relacionamento deles já tem 5 anos e até hoje é saudável. Mission prometeu que vai se casar com Akama Miki quando ela tiver 18 anos. A vida real também pode ser romântica! No programa de hoje, vamos ouvir as canções deles e sentir o seu amor.

Share

Mais Populares

Galeria de Fotos

Shanghai recebe 7ª Exposição Internacional de Robótica da China
Provadores profissionais de lagostins, uma nova ocupação na China
Show de vestidos da minoria étnica de Miao
Passadeira iluminada com IA instalada em Hangzhou
Monte Fanjing da China entra na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO
Lavandas florescem no vale do rio Ili em Xinjiang

Notícias

Presidente da Câmara de Representantes da Bélgica diz que política que prioriza EUA não vai prevalecer
Ninguém se beneficiará da guerra comercial, diz premiê chinês
Especialista em Relações sino-alemães comenta visita do premiê chinês à Alemanha
Secretário do Comércio e Desenvolvimento de Hong Kong critica guerra comercial
Li Keqiang desembarca em Sófia, iniciando visita à Bulgária
Naufrágios na Tailândia deixam um chinês morto e 50 desaparecidos