Web  portuguese.cri.cn  
Notícias
Cultura
Música Popular
Música Folclórica
Economia
Turismo
Oriente-se
Entrevistas
Falo Português
Além do Horizonte
Rota da Seda
Berço de thangka, arte de Rebgong

Obra distinta da arte tibetana, thangka é considerada a enciclopédia daquela etnia. Seu berço é o distrito Rebgong, da Prefeitura Autônoma Tibetana Huangnan, na província de Qinghai. Uma comunidade multiétnica cuja majoritária é a de tibetanos.

Junto com thangka, a técnica decorativa Duixiu e a escultura são chamadas artes de Rebgong, que têm diversos temas, como budismo, epopeia, história e cultura tibetana. A thangka de Rebgong é conhecida mundialmente pela sua sofisticação e cores vivas, razão pela qual, tem sido muito procurada e admirada não só por budistas como também colecionadores de arte do mundo inteiro.

Com cerca de cem mil habitantes, o distrito Rebgong possui mais de 20 mil artistas de thangka. No Palácio da Cultura Étnica da Prefeitura Autônoma Tibetana Huangnan, mais de cem alunos estão aprendendo diariamente a pintar thangka com a orientação de professores. Primeiro desenhar o esboço, depois colorir, dourar e, finalmente, "abrir olhos".

Danzengsangding, jovem tibetano de 23 anos, aprendeu a pintar thangka há quatro anos, no Palácio da Cultura Étnica. Ele vai levar seus dois trabalhos de graduação para uma exposição que será realizada em Beijing, em julho. Danzengsangding contou:

"Não continuei meus estudos depois da escola primária. Em 2013, interessei-me pela thangka. Comecei fazendo esboços. No passado, os grandes mestres costumavam pintar com pigmentos orgânicos, agora, usamos minerais. Há vários estilos, como thangka preta, dourada e vermelha. Preferi a colorida. A anuidade daqui foi paga por meus professores ou pela própria escola. Até mesmo meu custo de vida e estojo de pintura foram pagos pela escola."

Segundo o gerente do Palácio, Gesang, desde que foi criada em 2012, a instituição ofereceu cursos de pintura para 130 crianças pastoris, que foram obrigadas a abandonar escola, e adolescentes sem-teto ou com deficiência física. Além disso, o Palácio convidou anualmente mestres e profissionais de thangka para dar palestras.

"Na primeira etapa, são professores da prefeitura quem ensinam alunos a desenhar o esboço, depois, profissionais a nível provincial ensinam as técnicas de coroação e douração. Finalmente, mestres a nível nacional instruem alunos a pintar olhos. A formação dos primeiros 400 profissionais demorou cinco anos. Agora, contamos com sete professores de thangka e o salário deles é entre 7 e 8 mil. Nosso objetivo principal é divulgar essa antiga técnica, fazendo com que a cultura tibetana ganhe o mundo."

Para pintar uma thangka simples, leva-se uma ou duas semanas até que fique pronta. A mais sofisticada demora meses ou anos. Uma pintura dessas, feita por profissionais, pode ser avaliada entre 30 e 40 mil yuans.

Nos últimos anos, a prefeitura Huangnan aprovou a criação de 28 centros de ensino de patrimônios culturais e imateriais, 20 dos quais se referem ao ensino de thangka e contará com o investimento de 300 milhões de yuans. De cada centro, se formam 60 profissionais da técnica. Além disso, o governo local auxilia os artistas a realizar exibições em grandes cidades, como Shanghai e Tianjin, ajudando a vender as obras.

Em 2006, as artes Rebgong, como a thangka, foi incorporada na lista de patrimônio imaterial e cultural nacional. Em 2008, foi aprovado o estabelecimento da zona de laboratório para preservação das artes Rebgong, na prefeitura Huangnan. Em 2009, as artes de Rebgong foram incluídas na lista de patrimônio imaterial e cultural da humanidade pela UNESCO.

O diretor do Departamento de Ajuda à Eliminação da Pobreza e Desenvolvimento da Província de Qinghai, Ma Fengsheng afirmou:

"Os profissionais de thangka no distrito de Rebgong chegaram à casa de 13 mil. O governo local planeja elevar a empregabilidade da região para 40 mil, até o final do 13º Plano Quinquenal (2016-2020), isto é, até ao ano 2020. Isso pode gerar um valor produtivo equivalente a 4 bilhões de yuans. Sendo uma cultura folclórica, manual e vigorosa, o valor mais eficaz de thangka é gerar emprego. O departamento provincial de Ajuda de Eliminação da Pobreza promete destinar, anualmente, 2 milhões de yuans para contratação de professores e subsídios aos alunos."

Aviso Vídeo

Caro ouvinte e amigo:

A partir do dia primeiro de maio, iremos alterar o formato dos documentos audiovisuais a ser exibidos na nossa página. O documento áudio será convertido para M4A, enquanto o vídeo, em MP4. O nosso objetivo é tornar a exibição mais leve e aprimorar a qualidade.

Se não conseguir escutar ou assistir ao nosso conteúdo, por favor, atualize o software de Flash. Não precisa trocar o browser. Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

Comentário
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040