Web  portuguese.cri.cn  
Passeio na verdejante Hangzhou
  2016-01-20 10:25:33  cri

Olá caro ouvinte. Bem-vindo a mais uma edição do Pelos Quatro Cantos, eu sou Clara Li.

A Canção que você está ouvindo se chama "Chuva e Vento no Lago Oeste". O Lago Oeste situa-se na cidade de Hangzhou, é um dos pontos turísticos mais conhecidos da China.

A cidade de Hangzhou é o centro político, econômico, turístico e cultural da província de Zhejiang. Com seus mais de nove milhões de habitantes, abriga um dos locais mais idílicos de todo o país, o lago Oeste, e é bannhada pelo rio Qiantang, que deságua no Mar da China Oriental a poucos quilômetros dali. Suas paisagens aquáticas e o verde onipresente lhe valeram o apelido de "Paraíso na Terra".

Vamos iniciar o programa em relação à cidade de Hangzhou com apresentação de um pouco de sua história. Com sua cativante beleza natural e sua rica herança cultural, Hangzhou é um dos destinos turísticos mais importantes da China e, a apenas 180 quilômetros de Xangai, continua fazendo jus ao velho ditado: "No céu existe o Paraíso, na terra existem Suzhou e Hangzhou".

Há séculos ganhou importância por ser o ponto inicial do Grande Canal, que a ligava a Pequim. De todas as suas atrações turísticas, uma se destaca de modo especial: o lago Oeste, um dos lugares mais famosos da China por sua preciosidade paisagística e sua conservação impecável.

Hangzhou foi fundada durante o período das Primaveras e Outonos (770-476 a.C) na fronteira dos reinos Wu e Yue. Era conhecida como Yuhang e depois como Qiantang, antes de ganhar o nome atual durante a dinastia Sui (581-618).

A cidade prosperou com a construção do Grande Canal no final do século 6 e alcançou seu apogeu como polo comercial com os Jurchen, um povo seminômade que fundou a dinastia Jin (1115-1234). Entretanto, sua localização entre um rio e um lago tornava-a sujeita a inundações, problema que se agravou ao longo dos anos.

Durante a dinastia Song (960-1279), Hangzhou recebeu outro impulso quando a invasão tártara arrasou a capital Kaifeng, no norte, e os exilados da corte imperial partiram em busca uma nova localização para a sede do governo.

Assim, entre 1138 e 1279, Hangzhou foi transformada em capital da dinastia Song do Sul (1127-1279). Isto fez diversas áreas econômicas e sociais se desenvolverem com especial vigor, como as indústrias de seda e brocados, porcelana, têxtil, naval, chá e papel.

O comércio, que abastecia múltiplos destinos dentro e fora do país, era incrementado pelas navegações do Grande Canal, do rio e marítimas. Como se instalaram em Hangzhou a corte imperial, o exército, os funcionários da administração pública e os comerciantes, a população da cidade alcançou, em 1275, quase dois milhões de habitantes, que viviam em prédios de madeira de até cinco andares e ruelas intrincadas.

"É a Cidade do Céu, a mais bonita e majestosa do mundo. Tem dez grandes mercados, sempre transbordantes de mantimentos, corças, veados, cervos, lebres, perdizes, faisões, codornas, galinhas, patos e gansos, com toda classe de verduras e frutas, e até enormes peras que pesam dez libras cada. Todos os dias se vende uma grande quantidade de pescados trazidos do mar e peixes de água doce", descreve Marco Polo, pintando um panorama impressionante do que era Hangzhou naquela época.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Cerimônica de casamento especial para um entregador em Nanjing

v "Corredor do Mar e Céu", um espaço artístico no aeroporto de Guangzhou
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de visitas: Em tour pela China, universitários brasileiros conversam sobre moda, exportações, investimentos e aplicativos
• Sala de visitas: O artista português Alexandre Farto, o Vhils, explica detalhes do seu estilo inovador, que já conquistou todos os continentes
• Sala de visitas: A jornalista brasileira Laís Carpenter fala sobre sua carreira e conta como veio morar na China
• Sabores do Brasil - Muqueca de Peixe e Camarão
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
mais>>
Galeria de fotos

Parque Geológico Nacional de Dinossauros no nordeste da China

Primeiro ônibus inteligente sem motorista entra em fase de teste na China

Veterano de 95 anos e sua "Vila Arco-Íris"

Parque Geológico Nacional de Limutai
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040