Web  portuguese.cri.cn  
Etnia indígena da África Austral enfrenta dificuldades de sobrevivência (II)
  2015-12-22 17:20:12  cri

Olá caro ouvinte. Bem-vindo a mais uma edição do Pelos Quatro Cantos, um espaço dedicado ao prazer único de viajar.

Na semana passada, a gente apresentou o Povo San, que é o único grupo de habitantes que vive no deserto do Kalahari, em Botsuana. Eles são conhecidos como os antepassados dos homens do sul da África.

Mas eles são forçados a abandonar o interior do deserto, e estão vivendo à beira da zona urbana. Na última edição, conhecemos uma família do povo San, e as mudanças que ocorrem na vida deles. Eles foram excelentes caçadores, mas atualmente enfrentam muitos desafios que vêm da sociedade moderna.

Então, vamos continuar a nossa viagem por Botsuana, para explorar a verdadeira vida do povo San.

A natureza do povo San é amena. Ao longo de milhares de anos, eles conviveram harmoniosamente com a natureza e mantiveram os seus hábitos tradicionais. No entanto, tudo isso mudou totalmente na década de 80 do século XIX.

Com a descoberta da mina de diamante no deserto do Kalahari, comerciantes dos países ocidentais persuadiram o governo do Botsuana a deslocar o povo San da própria região de habitação.

Na década de 90 do século passado, o governo de Botsuana decretou a ordem de proibição de caça e concluiu de forma obrigatória a deslocação de um grande grupo de membros do povo San para os assentamentos situados no exterior do deserto.

Para as imprensas ocidentais, o objetivo do governo de Botsuana é facilitar a exploração de diamantes. Mas o professor de antropologia, Andy M. Chebanne, da Universidade de Botsuana, não concordou com a opinião. Para ele, o governo tomou a ação desejando concentrar o povo San numa zona determinada, a fim de facilitar a construção de infraestruturas, tais como escolad, hospitais e instalações de abastecimento de água potável.

"Não acredito que o motivo de deslocação do povo San por parte do governo tenha como objetivo explorar a mina de diamantes. Pois na outra região do país, por exemplo, Orapa, também foi descoberta uma mina de diamantes. Perante a situação, o governo local só exigiu que os pastores da aldeia se mudassem para as proximidades do lugar original, mas não expulsou os habitantes para fora da região. O principal motivo é que vai ser muito caro construir infraestruturas para todo o mundo no povo San que está espalhado pelos diversos lugares do deserto. O governo quer simplesmente concentrar o povo San para lhes oferecer melhores serviços públicos, como o abastecimento de alimentos e o acesso à educação das crianças."

De acordo com reitor da escola primária de Ghanzi, Muller, a deslocação do povo San por parte do governo tem como objetivo proteger os animais selvagens e o meio ambiente.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Dalian: Uma das cidades anfitriãs da reunião de Davos de Verão

v Paisagem do Mar dos Bambus no sudoeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Tocha
• Entrevista com presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado do Pará (CODEC), Olavo das Neves
• Conheça a culinária saborosa e diversificada do Marrocos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
• Wang Yuan, praticante da proteção ambiental familiar
mais>>
Galeria de fotos

Filhotes gêmeos de panda em Macau celebram 1º aniversário

Novas fotos da atriz chinesa Liu Yifei

Calcio Storico Fiorentino, o futebol medieval de Florença

A estrada para o Monte Qomolangma
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040