Web  portuguese.cri.cn  
Gong Li, uma atriz que representa encantos do cinema oriental
  2011-05-11 09:04:28  cri

Hoje, vamos conhecer Gong Li, uma linda e encantadora atriz chinesa. Pela excelente interpretação em seus filmes, ela ficou conhecida como a "Mulher mais bela do oriente".

Gong Li nasceu em 31 de dezembro de 1965 em Shenyang, capital da província de Liaoning. Em 1985, ela entrou no Instituto Central de Teatro da China para fazer um curso de interpretação. Em 1987, quando estava em segundo ano de estudos, ela atuou no filme "Red Sorghum", dirigido por Zhang Yimou. Na história, ela interpretou Jiu Er, que se apaixonou com Yu Zhanao, um homem que fabricava licores. Os dois namoraram e tiveram um filho. Embora a interpretação de Gong Li nesse filme não seja madura, mostrou seu caráter especial e todo seu potencial. O filme ganhou o Urso de Ouro no 38° Festival de Berlim, em 1988.

Em 1988, Gong Li atuou no filme "Code name: Cugar" e interpretou a enfermeira A Li. A história se refere um resgate de reféns em um avião sequestrado por um grupo terrorista. Por esse filme, Gong Li ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante no 12º Prêmio Cem Flores da China. O filme foi feito pela Empresa de Produção de Filme de Xi´an.

Em 1989, Gong Li participou no filmes "Ju Dou". O filme conta a história de um amor infeliz devido a tradição feudal. Gong Li interpretou o papel principal, Ju Dou, que foi forçada a se casar com o patrão da tinturaria, Yang Jinshan. Na história, ela se apaixona por Tian Qing, filho adotivo de Yang. No fim, o amor dos dois se torna uma tragédia. Esse filme teve co-produção da China e do Japão e foi distribuido por Filme Arte, da Argentina, e Miramax Filmes, dos Estados Unidos. Além de ganhar o prêmio de melhor filme de Hong Kong em 1990, "Ju Dou" foi indicado a melhor filme estrangeiro na 63° Oscar.

Em 1990, Gong Li atuou no filme "Lanternas Vermelhas". A história se passa na década 30 do século passado. Gong Li interpreta Song Lian, uma mulher que vive sob controle de uma família, sem liberdade ou dignidade humana, enfrentando conflitos e mentiras. Esse filme estreou em 1991 e ganhou Leão de Prata no 48° Festival Internacional de Veneza.

Gong Li é considerada a porta-voz das atrizes chinesas. Além de ganhar diversos prêmios internacionais, ela foi convidada a participar do 51º Festival Internacional de Cannes e é integrante do Conselho de Oscar. No 50° Festival Internacional de Berlim, na Alemanha, Gong Li foi escolhida presidente do Comitê de Julgamento de Filmes.

Em 1991, Gong Li participou da comédia "O banquete", que concentrou as estrelas de Hong Kong. O filme se feito para arrecadar doações para os desabrigados da inundação do leste da parte continental da China.

"Painting Soul", ou "Espírito de Pintura", foi um filme dirigido por Huang Shuqin em 1993. A história mostra a trajetória de uma famosa pintora chinesa, Pan Yuliang, interpretada por Gong Li. Esse filme teve co-produção da China e da França e foi exibido no Festival Internacional de Hong Kong e no Festival Internacional de Cannes.

De 1996 a 2006, Gong Li atuou nos filmes "Caixa Chinesa", "Quebrando o Silêncio", "O trem de Zhou Yu", "2046" e "Memória de uma Geisha".

"Quebrando o Silêncio" foi lançado em 13 de fevereiro de 2000. É a história de uma mulher, Sun Liying, que cria sozinha seu filho, Zheng Da, um menino que perdeu a audição. Para poder enviar o filho à escola, Sun tenta todas as maneiras de ensiná-lo a falar. O filme destaca o profundo amor materno. Por esse filme, Gong Li recebeu os prêmios de melhor atriz no 24° Festival Internacional de Montreal, no Canadá, e no 20° Festival do Galo de Ouro, da China.

Em 2010, Gong Li atuou no filme "Especialista em Mulher" e interpretou o papel principal, Li Yilong, uma mulher inteligente e simpática. Na história, ela conhece Wangfei, colega de trabalho, que passa de adversário a amigo.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Paisagem aérea do distrito de Songjiang em Shanghai

v Paisagem do Parque Lago do Sul em Hebei no norte da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de Visitas: A intérprete Raquel Martins conta sua trajetória na China e diz que o chinês é sua primeira língua, mas considera o português sua língua materna (Parte I)
• Bate-papo com vencedora na categoria Melhor Estudante do 3º ano do Prêmio Tomás Pereira 2017
• Estrela
• Conheça a culinária dos países ao longo de "Um Cinturão e Uma Rota"
• Sala de Visitas: O treinador de futebol Pedro Martins, o Pedrinho, numa conversa descontraída sobre o esporte e a paixão dos pequenos chineses pelo mundo da bola
• Freedom
mais>>
Galeria de fotos

Tapete vermelho do Festival Internacional de Cinema de Cannes

Mercado noturno em Xinjiang no noroeste da China

Kára McCullough, nova Miss Estados Unidos 2017

Caverna da dinastia Wei é atração turística em Hualai, província de Hebei
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040