Web  portuguese.cri.cn  
China toma mais medidas para reduzir custos logísticos
  2017-07-06 09:53:12  cri
A China deve reduzir os custos e melhorar a eficiência da logística para estimular a economia real, segundo uma diretriz aprovada em uma reunião executiva do Conselho de Estado (gabinete chinês), presidida pelo premiê Li Keqiang na quarta-feira.

Um foco é colocado em melhor transporte rodoviário por meio da melhoria da administração de tráfego e aplicação da lei, com o fim de disponibilizar melhores serviços e menos trâmites burocráticos. A política fiscal será revisada e as cobranças do pedágio serão estabelecidas em níveis razoáveis para reduzir o ônus das companhias. 

"O setor logístico é a base de importância estratégica para o desenvolvimento da economia de mercado. Reduzir os custos logísticos e elevar a eficiência devem ser priorizados este ano", assinalou Li.

As estatísticas da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma mostraram que o custo da logística na China foi cerca de 14,9% do PIB em 2016, queda de 1,1 ponto percentual em relação ao ano anterior.

Embora a proporção tenha caído por quatro anos consecutivos até 2016, ele não só é significativamente mais alto do que em algumas economias desenvolvidas, mas também mais alto do que algumas economias em desenvolvimento.

A China ficou em 27º lugar no Índice de Desempenho Logístico 2016, criado pelo Banco Mundial e que cobre 160 países e regiões.

"Os custos logísticos da China estão ainda entre os mais altos no mundo. Nós devemos responder prontamente às preocupações comuns das empresas com medidas bem projetadas, para fazer o setor avançar com ônus leve e com melhor desempenho. Isso será de grande ajuda para a economia real", enfatizou ele.

Segundo a diretriz, apoio será fornecido em termos do planejamento urbano e uso da terra. Vários centros de logística em nível nacional serão desenvolvidos. A infraestrutura da logística será reforçada, e serviço de cargas ferroviárias, melhorado e integrado com outros meios do transporte.

Mais formas de financiamento também serão disponibilizadas para as companhias do setor logístico.

O país quer estabelecer um sistema nacional integrado para liberação de cargas e cortar o tempo da liberação de cargas em um terço até o final deste ano, segundo a diretriz.

O setor logístico se beneficiará da integração maior com o setor manufatureiro, enquanto mais esforços irão para a tecnologia essencial, desenvolvimento de equipamentos e aprimoramento da gestão.

O governo impulsionará ativamente com a agenda da reforma para acabar com o protecionismo regional e monopólio da indústria.

"Nós devemos tomar ações para rebaixar os custos logísticos da China em direção ao fim mais baixo entre os países em desenvolvimento", disse o primeiro-ministro.

A indústria da logística da China está crescendo estavelmente com o apoio do governo que promete impostos e custos mais baixos. Em 2016, a receita bruta do setor atingiu 7,9 trilhões de yuans (US$ 1,1 trilhão), um aumento anual de 4,6%.

por Xinhua

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v A aldeia fica no extremo norte da China

v Coleta de sal em Fujian, no sudeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de visitas: O artista português Alexandre Farto, o Vhils, explica detalhes do seu estilo inovador, que já conquistou todos os continentes
• Sala de visitas: A jornalista brasileira Laís Carpenter fala sobre sua carreira e conta como veio morar na China
• Sabores do Brasil - Muqueca de Peixe e Camarão
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
mais>>
Galeria de fotos

O primeiro trem maglev de Beijing foi testado no último sábado

Pinturas famosas foram transformadas pelo ilustrador chinês Along, utilizando o panda

A Pradaria de Hulunbuir é uma das quarto maiores pradarias do mundo

Um parque de estacionamento gigantesco e inteligente foi inaugurado em Beijing
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040