Web  portuguese.cri.cn  
China doa 146 milhões de dólares para construção de infra-estruturas em São Tomé e Príncipe
  2017-04-27 09:25:21  cri
A República Popular da China vai doar a São Tomé e Príncipe uma verba de 146 milhões de dólares a ser aplicada na construção de infra-estruturas, ao abrigo da cooperação económica bilateral, anunciou terça-feira em São Tomé o primeiro-ministro Patrice Trovoada.

O primeiro-ministro adiantou que a doação visa apoiar São Tomé e Príncipe na construção de projectos infra-estruturais, tendo dado como exemplos as obras de modernização do aeroporto internacional de São Tomé e a construção de um porto de águas profundas.

"O aeroporto é fundamental para o desenvolvimento de São Tomé e Príncipe", disse Patrice Trovoada, que anunciou o interesse da China de participar em projectos que visam "desenvolver a economia são-tomense" ao abrigo dos acordos rubricados recentemente em Pequim.

Trovoada referiu-se também à necessidade de expandir as instalações do aeroporto local para poder receber aviões de grande porte da China, na sequência do acordo entre os dois países que visa "transformar o arquipélago num dos destinos turístico dos chineses."

Além da verba a ser doada, o primeiro-ministro disse que a cooperação económica com China inclui a concessão de empréstimos por abertura de linhas de crédito em condições preferenciais para as empresas públicas e privadas de São Tomé e Príncipe.

"Pretendemos também incentivar e encorajar o sector privado chinês a investir no turismo, energias renováveis, no comércio e nas infra-estruturas", disse Trovoada, que acrescentou que uma equipa chinesa deverá chegar dentro dias a São Tomé e Príncipe para a realização de um estudo sobre o turismo no país.

Além de ter anunciado que a China decidiu perdoar uma dívida antiga de 28 milhões de dólares, Patrice Trovoada disse também que a China disponibilizou ainda duas centenas de estágios anuais e bolsas de estudos para alunos e quadros de São Tomé e Príncipe.

São Tomé e Príncipe e a República Popular da China assinaram há oito dias em Pequim um Programa Geral de Cooperação e vários acordos sectoriais na sequência da visita do primeiro-ministro são-tomense a Pequim após o restabelecimento em Dezembro de 2016 de relações diplomáticas bilaterais (Macauhub)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v A aldeia fica no extremo norte da China

v Coleta de sal em Fujian, no sudeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de visitas: O artista português Alexandre Farto, o Vhils, explica detalhes do seu estilo inovador, que já conquistou todos os continentes
• Sala de visitas: A jornalista brasileira Laís Carpenter fala sobre sua carreira e conta como veio morar na China
• Sabores do Brasil - Muqueca de Peixe e Camarão
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
mais>>
Galeria de fotos

O primeiro trem maglev de Beijing foi testado no último sábado

Pinturas famosas foram transformadas pelo ilustrador chinês Along, utilizando o panda

A Pradaria de Hulunbuir é uma das quarto maiores pradarias do mundo

Um parque de estacionamento gigantesco e inteligente foi inaugurado em Beijing
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040