Web  portuguese.cri.cn  
Missão chinesa visita instituições brasileiras nas áreas de promoção comercial e gestão ambiental
  2017-03-06 09:47:49  cri
Cerca de 50 representantes de províncias chinesas do Pan Delta do Rio das Pérolas, chegam a Brasília segunda-feira, 6 de Março, para reuniões com representantes do governo brasileiro das áreas de promoção comercial, gestão hídrica, protecção ambiental e sustentabilidade.

Serão dois dias de reuniões na capital federal. O primeiro encontro da comitiva, chefiada por Jackson Chang, presidente do instituto de Promoção do Comércio e do investimento de Macau (IPIM), será na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), órgão com actuação semelhante ao instituto, no decurso da qual serão apresentadas experiências do governo brasileiro na área de economia verde e sustentabilidade.

Além de uma apresentação da Apex, está prevista uma exposição por representantes da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), focada no tema do biocombustível e a relação com a sustentabilidade.

Criada em 1977, a Única representa as principais unidades produtoras de açúcar, etanol (álcool combustível) e bioelectricidade da região Centro-Sul do Brasil, nomeadamente de São Paulo.

As empresas associadas respondem por mais de 50% da produção nacional de cana e 60% da produção de etanol. Na colheita 2015/16, o Brasil produziu aproximadamente 617 milhões de toneladas de cana, matéria-prima utilizada para a produção de 31 milhões de toneladas de açúcar e 28 mil milhões de litros de etanol.

No caso da Apex, de salientar que, recentemente, a agência criou o "Grupo China" que concentra as acções relacionadas com este país, o maior parceiro comercial do Brasil.

O Grupo é presidido desde Junho de 2016 pelo diplomata Roberto Jaguaribe, que ocupava o cargo de embaixador do Brasil na China e Mongólia.

Na mesma altura, a agência, que nasceu ligada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, passou a ser tutelada pelo Ministério das Relações Exteriores, a fim de ampliar o desenvolvimento de estratégias de negócios.

Os integrantes da comitiva vão conhecer, durante a visita ao Centro Gestor e Operacional do Sistema de Protecção da Amazónia (Censipam), ligado ao Ministério da Defesa, o sistema de alerta hidro-meteorológico. Esse trabalho, executado na região norte do país – bacia amazónica – faz parte da acção de acompanhamento estratégico da área pelo governo brasileiro. A instituição tem como propósito gerir o Sistema de Protecção da Amazónia (Sipam).

O director de Produtos do Censipam, Péricles Cardim, disse à Macauhub que haverá uma apresentação mais pormenorizada do acompanhamento constante que é feito para antecipar a ocorrência de desastres naturais, tais como inundações, secas ou tempestades severas, entre outros eventos da natureza.

Entre os parceiros contam-se o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o Serviço Geológico Brasileiro (CPRM) e a Agência Nacional de Águas (ANA), que deverá também ser visitada pela delegação em Brasília.

O Sipam tem três estações de Recepção de Satélites GOES e duas estações de satélites NOAA/Modis/Metop instalados nos centros regionais de Porto Velho (RO), Belém (PA) e Manaus (AM) e 11 radares meteorológicos e 50 estações meteorológicas de superfície distribuídos nos principais municípios dos estados de Mato Grosso (MT), Tocantins (TO), Roraima (RR), Amazonas (AM), Rondónia (RO), Acre (AC), Pará (PA), Amapá (AP) e Maranhão (MA).

A delegação terá a oportunidade de conhecer as águas da bacia amazónica durante a visita, na quarta-feira (8 de Março), a Manaus, capital do Amazonas. A cidade está localizada no centro da maior floresta tropical do mundo – Amazónia – e na confluência dos rios Negro e Solimões, que, ao se encontrarem, formam o grande rio Amazonas. O rio Negro é o maior afluente da margem esquerda do rio Amazonas, o mais extenso rio de água negra do mundo e o segundo maior em volume de água — atrás somente do Amazonas.

A região amazónica é maior bacia hidrográfica do planeta, cobrindo mais de sete milhões de quilómetros quadrados (quatro milhões apenas no Brasil).

Antes da ida para Manaus, está prevista uma reunião no Ministério do Meio Ambiente, que terá a participação de representantes do Ministério do Planeamento, Desenvolvimento e Gestão. Do programa constam a apresentação de temas da política brasileira de meio ambiente, como o Plano de Acção para Prevenção e Controlo do Desmatamento na Amazónia Legal (PPCDAm) e a política de recursos hídricos.

Relativamente ao Ministério do Planeamento, Desenvolvimento e Gestão a abordagem envolverá projectos voltados para a protecção ambiental e desenvolvimento rural, com financiamento externo, tema de interesse da delegação chinesa.

A delegação que visita o Brasil é formada por representantes do grupo "9+2", o Pan Delta do Rio das Pérolas. São nove províncias do sul da China – Guangdong, Sichuan, Fujian, Hainão, Guangxi, Yunnan, Hunan, Guizhou e Jiangxi – e as regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau. A região do delta, uma das mais desenvolvidas da China continental, é formada por numerosos rios, entre os quais o das Pérolas.(Macauhub)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Rua construída sobre edifício em Chongqing se torna viral nas redes sociais

v "Vila dos animais de estimação" estimula o desenvolvimento do município de Pinyang
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
• Wang Yuan, praticante da proteção ambiental familiar
• Conheça os tipos e benefícios do aspargo para saúde
• Deputado brasileiro avalia positivamente relações políticas entre Brasil e China
• O caminho dos negócios de Wang Yang, das pistas para o patins perfeito
mais>>
Galeria de fotos

Entusiastas praticam yoga em toda a China

Vista aérea da cidade costeira de Qingdao

Solstício de Verão

Fabricantes chineses apresentam seus produtos no Show Aéreo de Paris
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040