Web  portuguese.cri.cn  
China foi em 2016 o maior mercado externo da portuguesa Unicer
  2017-02-27 09:16:44  cri
A China substituiu Angola como o principal mercado externo da empresa Unicer Bebidas de Portugal em 2016, disse o presidente executivo da empresa em declarações ao jornal português Público.

Depois de 2014 a Unicer ter colocado em Angola produtos no valor de 60 milhões de euros, esse mercado caiu para “um valor residual” em 2016, ano em que a China ocupou o primeiro lugar na lista das vendas da empresa ao exterior.

Rui Ferreira disse que com o Brasil (“uma aposta que não correu bem”) e Angola fora do baralho, as exportações para outros destinos cresceram 20%, principalmente à custa de África (mais 6%) e da Ásia, onde as vendas (que não quantificou) triplicaram.

Os resultados de 2016 da empresa que começa a comemorar os 90 anos da sua maior marca, a Super Bock, registam uma queda de 1% nas vendas globais (451 milhões de euros), um aumento de 3% no EBITDA (resultado antes de impostos e amortizações) e uma forte subida nos resultados líquidos, de 26 para 38 milhões de euros.

O presidente executivo da Unicer disse que a empresa ainda não abandonou a ideia de construir uma fábrica para a produção de cerveja em Angola, “um projecto que existe há 10 anos”, depois de até ao ano passado aquele mercado ter sido um dos principais sustentáculos do crescimento da empresa.

Mas a principal mola dos resultados da Unicer foi o mercado interno, que responde por três quartos dos 451 milhões de euros facturados, em resultado da recuperação do índice de confiança dos consumidores, da dinâmica do turismo, “um bom Verão” (em termos de temperatura e de duração) e ainda o “efeito Euro 2016.” (Macauhub)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v A aldeia fica no extremo norte da China

v Coleta de sal em Fujian, no sudeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de visitas: O artista português Alexandre Farto, o Vhils, explica detalhes do seu estilo inovador, que já conquistou todos os continentes
• Sala de visitas: A jornalista brasileira Laís Carpenter fala sobre sua carreira e conta como veio morar na China
• Sabores do Brasil - Muqueca de Peixe e Camarão
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
mais>>
Galeria de fotos

O primeiro trem maglev de Beijing foi testado no último sábado

Pinturas famosas foram transformadas pelo ilustrador chinês Along, utilizando o panda

A Pradaria de Hulunbuir é uma das quarto maiores pradarias do mundo

Um parque de estacionamento gigantesco e inteligente foi inaugurado em Beijing
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040