Web  portuguese.cri.cn  

China anuncia mais oportunidades de cooperação entre as empresas chinesas e latino-americanas
• China diversifica investimento na América Latina
• Fórum de cooperação China-América Latina reforça parceria bilateral
• Embaixada do Brasil espera maior participação da China em investimentos no Brasil
• Secretário-geral da Associação para a Diplomacia Pública da China conversa com embaixadora do Uruguai
• Secretário-geral da Associação para a Diplomacia Pública da China conversa com a embaixadora da Colômbia
• China e Brasil devem reforçar entendimento mútuo, afirma Chen Duqing
• Países latino-americanos dão boas-vindas a empresas chinesas para investir no continente
• China anuncia mais oportunidades de cooperação entre as empresas chinesas e latino-americanas
• Ministro da Agricultura do Brasil avalia o mercado chinês
• Fórum latino-americano será realizado no sul da China
mais>>
Sobre o fórum

As relações entre a China e os países da América Latina se desenvolveram rapidamente nos últimos anos. As cooperações econômicas e comerciais entre os dois lados conseguiram resultados satisfatórios em 2013.

A China continuou sendo o segundo maior parceiro comercial da América Latina, enquanto o continente se tornou a região com o maior ritmo de crescimento de exportação para a China. Entre janeiro e novembro do ano passado, o volume comercial sino-latino-americano somou 238,8 bilhões de yuans (US$ 39,3 bilhões) .

Os temas do fórum

1. Situação macroeconômica da América Latina;

2. Políticas de projetos da província de Guangdong na atração de investimento estrangeiro;

3. Setores priorizados para o investimento estrangeiro dos países latino-americanos e suas políticas nesta área;

4. Características sociais e culturais dos países latino-americanos e os meios para a entrada de empresas chinesas na região.

Características do fórum

1. O evento tem uma variedade de parceiros, incluindo órgãos governamentais e embaixadas de países latino-americanos na China, assim como a organização internacional Business for Social Responsabilities (BSR);

2. Através de contatos e consultas com embaixadas de ambos os lados, foram acumulados um grande número de projetos para o investimento estrangeiro nos setores de agricultura, energia e construção de infraestrutura dos países latino-americanos.

Personalidades de destaque

Carmenza Jaramillo, Embaixadora da Colômbia na China

Lloyd Lucien Pinas, Embaixador da República do Suriname na China

Guillermo Chalup Liendo, Embaixador da Bolívia na China

Ralph Thomas, Embaixador da Jamaica na China

Li Zhaoxing, Presidente da Associação da Diplomacia Pública da China

Song Ronghua, Secretário-geral da Associação da Diplomacia Pública da China

Rosario Portell, Embaixadora do Uruguai na China

Alberto J. Blanco Silva, embaixador de Cuba na China
mais>>
Reportagens
• Empresas de automóveis da China avançam para a América Latina: a Geely já faz parte do mercado brasileiro
A empresa automobilística chinesa Geely Automobile declarou oficialmente no dia 21 de Janeiro a sua integração ao mercado brasileiro. Seu principal modelo posto à venda é o Dorsett EC7, cujo preço fica em volta de US$20.000.

Essa notícia marca a chegada de mais uma marca chinesa no mercado brasileiro. Antes disso, a BYD Auto também resolveu investir mais de US$100 milhões no Brasil para produzir ônibus elétricos, sendo esse o maior projeto de investimento no estrangeiro da BYD Auto até agora.

• Empresas chinesas investem na América Latina com passos firmes
Nos últimos anos, as cooperações sino-latino-americanas vêm melhorando. O valor comercial entre as duas partes chegou a US$ 261.2 bilhões em 2012, um aumento de 8.1%. Atualmente a China já se tornou o segundo maior parceiro comercial da América Latina e uma das principais origens de investimento.

Verificam-se duas mudanças principias no investimento das empresas chinesas para os países latino-americanos: primeiro, cada vez mais empresas manufatureiras da China se instalam na América Latina; segundo, as empresas chinesas vêm se adaptando ao sistema local das leis e requerimentos de proteção ambiental, bem como desempenhando mais responsabilidades sociais.

mais>>
Países da América Latina
• Uruguai
A economia do Uruguai depende fortemente do comércio, particularmente das exportações agrícolas. É um dos maiores produtores mundiais de soja, lã, carne de cavalo, cera de abelha e marmelos.
• Argentina
A economia da Argentina é a terceira maior da América Latina, com um PIB per capita elevado. O país possui ricos recursos naturais, um setor agrícola orientado para a exportação e uma base industrial diversificada.
• Cuba
A economia de Cuba depende principalmente da agropecuária, do turismo e da exportação do níquel. O país tem desenvolvido um vigoroso setor de saúde com empresas de biotecnologia e de exportações de vacinas.
• Brasil
O país tem grandes e desenvolvidos setores agrícola, minerador, manufatureiro e de serviços. Os principais produtos de exportação incluem aeronaves, equipamentos elétricos, automóveis, álcool, minério de ferro, aço, café, suco de laranja, soja e carne enlatada.
• México
O México é considerado um dos países recentemente industrializados e uma potência emergente. Os principais produtos de exportação incluem petróleo, bens manufaturados e automóveis.
• Chile
O Chile é um dos países mais estáveis e prósperos da América do Sul e tem uma economia dinâmica e orientada para o mercado, caracterizada por um elevado nível de comércio exterior. É o maior produtor e exportador do cobre no mundo.
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040