Sobre CRI Sobre Dept.
HomeGeralEconomiaCulturaVidaEsportesChinêsWebcast
Hábitos alimentares dos chineses
2007-09-21 09:15:41    cri

Hoje neste espaço vou responder uma outra pergunta da ouvinte Jessica Nogueira, sobre os tipos de comida da China e a pergunta de Leônidas dos Santos Nascimento sobre qual a alimentação básica dos chineses.

Como todos sabem, a China é um país multinacional, com 56 etnias. Os Hans representam aproximadamente 92% da população nacional, sendo também a etnia com maior população do mundo. A dieta alimentar dos Hans adota cereais como alimentos principais e diversos tipos de carnes e legumes como complementares. Este hábito é muito diferente das etnias tibetana e mongol.

Durante longo processo de desenvolvimento, os hans cultivaram o hábito de fazer três refeições diárias, tendo como alimentos principais as massas e o arroz, além de milho, sorgo, grãos e batata. O paladar da população se diferencia segundo a região.

Com o vasto território e diferentes condições naturais da China, surgiram diferentes hábitos e cozinhas regionais.

Quanto aos principais alimentos básicos, o arroz é o carro chefe na região Sudeste do País, grande produtora de arroz, enquanto no Norte, onde se planta principalmente trigo, predominam as massas de farinha de trigo. Há centenas de variedades de alimentos de arroz ou trigo. O arroz, por exemplo pode ser servido cozido, frito ou em forma de sopa, pudim, bolinhos de farinha de arroz, triângulos embrulhados em folha de bambu etc. Com a farinha de trigo são feitos o pão chinês no vapor, com ou sem recheio, macarrões, pastéis, raviólis e mais uma grande variedade de massas.

A culinária chinesa tem mais de 4 mil anos de história, e pouco perdeu de suas características. Veio mais a influenciar do que a ser influenciada. Está na origem, por exemplo, da cozinha japonesa e de muitos países do sudeste asiático, como Tailândia e Vietnã.

A variedade de ingredientes e modos de confecção dos pratos fazem da cozinha chinesa uma das mais ricas do mundo.

Porém, com base nos sabores de diferentes regiões, existem 8 escolas culinárias representativas, são de Shandong, Sichuan, Guangdong, Jiangsu, Fujian, Anhui, Zhejiang e Hunan, além dos pratos locais de Beijing e Hubei.

Os cozinheiros chineses souberam tirar proveito da inventividade e da versatilidade. Desenvolveram técnicas tão sutis de preparo e cozimento dos alimentos que transformaram sua cozinha em uma das mais refinadas do mundo.

A tradição estabeleceu que os alimentos não só devem acalmar o apetite, mas também devem ter propriedades curativas. A comida chinesa se baseia no equilíbrio, até mesmo nos banquetes mais abundantes e exorbitantes.

Agora vamos falar o que os chineses comem nas três refeições. Como costume, muitos chineses tomam um café da manhã bem tradicional, isto é, sopa de arroz acompanhada com algum legume salgado, leite de soja, ovos cozidos, pão chinês, pastel frito, e outros tipos de comidas de farinha, cozidos ou fritos. Muitos chineses, principalmente os jovens, adotam o café de manhã ocidentalizado, isto é, leite, café, suco, pão, ovos fritos e presunto. Existem também diferenças entre o café da manhã do norte e do sul (dividindo-se geograficamente, a região ao norte do rio Huai se designa como norte e a região ao sul do rio Huai se designa como sul). Por exemplo, pela manhã do primeiro dia do Ano Novo lunar, os chineses do norte comem "jiaozi" (semelhante ao ravioli), enquanto os do sul comem "tangyuan" (bolinha de farinha de arroz glutinoso recheada).

No almoço e no jantar predominam os pratos. Os alimentos básicos do norte são feitos de trigo, como o pão chinês, pão recheado e massa. Já no sul o arroz está sempre presente nas refeições, com o acompanhamento de carnes, peixes e legumes. No norte, a comida é geralmente mais temperada, oleosa e com sabor mais forte, enquanto no sul é mais leve. Para uma família de três pessoas, sempre há quatro ou cinco pratos, uns de carne ou peixe, outros feitos de legumes e uma sopa.

Existem também algumas diferenças entre o almoço e o jantar na China. Como a maioria dos habitantes das grandes cidades, como Beijing, moram longe do trabalho, eles sempre almoçam no serviço. Uns levam a comida para o serviço e esquentam, outros pedem a entrega no local de trabalho. Portanto, o almoço, apesar de dotado de elementos nutritivos suficientes, é mais simples que o jantar.

No jantar, quando toda a família se reúne, a dona de casa, que também saiu do serviço, prepara os pratos. Costuma-se cozinhar carnes, peixes e legumes, querendo satisfazer todos os membros da família, assim como proporcionar uma refeição equilibrada. Quanto à sopa no sul, especialmente em Guangdong, há mais sofisticação. Ela é feita geralmente com galinha, costela de porco ou de boi, além de legumes. O cozimento dura várias horas, o que demonstra o cuidado dos habitantes de Guangdong com sua saúde.

Entre uma refeição e outra, não existe uma regra geral, dependendo apenas das pessoas. Quando estão com fome, comem biscoitos ou petiscos com leite, suco de frutas ou café. Também há muitas pessoas que não comem nada durante uma refeição e outra.

Se for dito que os chineses tem mais uma refeição além do café da manhã, almoço e jantar, então se refere à ceia. Os chineses têm o costume de saírem juntos à noite para comer alguma coisa, como petiscos, sopas ou massas, sendo uma oportunidade para se reunir com os amigos.

 
Leia mais Comentário
 
Noticiário (09-05-12)
Horário e Frequência
Minha música
Sua palavra
Correspondente Rio de Janeiro
60 Anos da Nova China
Rádio on Line
Semana no Esporte-Luis Zhao
Nos Ares da Cultura
-Inês
Sociedade Chinesa
-Luisinho
Viagem pela China-Silvia
Repórter da China
-Catarina
Encontro da CRI com seus Ouvintes
-Alexandra

Treze pandas gigantes filhotes se mudam para nova casa

Palácio de Verão

Templo de Céu
<  E-Mail  >