Sobre CRI Sobre Dept.
HomeGeralEconomiaCulturaVidaEsportesChinêsWebcast
A Importancia Dos Jogos Olímpicos Para Uma Nação
2007-08-29 15:47:56    cri
A cada quatro anos, atletas de centenas de países se reúnem num país para disputarem um conjunto de modalidades esportivas. A própria bandeira Olímpica representa essa união e raças, pois é formada por cinco anéis entrelaçados, representando os cinco continentes e suas cores. A paz, a amizade e o bom relacionamento entre os povos são os princípios dos jogos olímpicos.

Mudara a China seus costumes e suas tradições com os jogos olímpicos? Certamente que não, mas será uma união entre os povos, com um país oriental, que mantém suas tradições e costumes milenares.

As olimpíadas, em sua função de sua visibilidade na mídia, serviram de palco de manifestações políticas, desvirtuando seu principal objetivo a paz e a amizade entre os povos. Era tamanha a importância dos Jogos Olímpicos que estados em guerra cessavam seus conflitos para honrar as cerimônias. De acordo com os registros oficiais, a celebração dos Jogos durou até o ano de 394 d.C,quando ,por questões religiosas, foi banido pelo Imperador de Roma, Teodósio. Mas em 1896,os Jogos Olímpicos foram restabelecidos em Atenas ,graças aos esforços de Barão francês Pierre de Couberem,do grego Demétrio Vielas,que acreditaram na competição mais universal e nobre do esporte e nos antigos ideais olímpicos.

Quando Pierre de Couberem idealizou o Movimento Olímpico acreditava que poderia por meio do esporte promover a paz e colaborar para a transformação da sociedade. Para tanto trabalhou para a reedição dos Jogos Olímpicos, uma das celebrações mais importantes da Grécia Antiga, momento em que inclusive se suspendiam as guerras e conflitos para que os participantes e espectadores pudessem acorrer para a cidade realizadora a fim de participar ou simplesmente assistir as competições. Quando no final do século XIX foi celebrada a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna e a cidade de Atenas acolheu a competição pouco se esperava de um evento que reunia algumas centenas de pessoas que praticavam esporte como atividade de tempo livre e sem nenhuma outra finalidade senão a competição em si mesma. Ao longo do século XX os Jogos Olímpicos se transformaram em um dos principais eventos culturais do planeta e sua organização demanda envolvimento direto do poder público e da iniciativa privada. O objetivo deste trabalho é discutir os custos do processo de candidatura e realização dos Jogos Olímpicos na atualidade. Isso porque no princípio do século passado o poder público era inteiramente responsável pela candidatura e realização do evento. No presente, desde o momento em que a cidade se candidata e apresenta seu projeto ela necessita criar uma infra-estrutura para viabilizar, no princípio, uma idéia (de que a cidade é viável para acolher um megaevento), em seguida, afirmar sua especificidade (que a faz diferente e melhor das demais concorrentes) e, por fim, viabilizar sua capacidade (momento em que são feitas as adequações necessárias para receber o evento em si e todo o universo que gravita no seu entorno). Isso tem gerado inúmeras controvérsias na medida em que algumas cidades produzem novos equipamentos públicos para um uso restrito e temporário enquanto que outras planejam esses equipamentos para que sejam incorporados à cidade e ocupados por sua população

Em Atenas, 1896 participaram das provas 295 atletas de 13 países, esses números foram se multiplicando em uma escala geométrica até alcançar os números atuais, identificando os Jogos Olímpicos com a condição de um megaevento. Que se caracteriza por seu caráter temporal sua capacidade de atrair um grande número de participantes de diversas nacionalidades e também por chamar a atenção dos meios de comunicação com um ressonância global. O principal argumento utilizados pelas cidades postulantes a um evento como os Jogos Olímpicos são os benefícios para as comunidade locais ,bem como uma ferramenta chave de projeção de cidade e de atração de turista ,o que leva a melhoras estruturais como rede de transporte, moradia,instalações esportivas e novos postos de trabalho.Argumenta-se que de embora o planejamento apresentado para a realização de um evento dessas proporções abranja as diversas redes urbanas o que se observa na sua realização é que muitos dos cálculos apresentados pelas equipes postulantes estejam baseados em uma perspectiva puramente que econômica , que se dá prioridade aos impactos físicos e financeiros sobre os possíveis efeitos culturais e sociais.Alem disso costuma-se avaliar os impactos desses eventos pelos efeitos de curto prazo.

As cidades olímpicas têm se constituído como lugares capazes de ser reconhecidos como de importância no cenário mundial ou regional, o que as tornam representativas no contexto da competição, devem abrigar um grande número de pessoas produzindo diferentes atividades, simultaneamente, condições que as identificam com os grandes centros urbanos e como decorrência dessa condição abrigam importantes representantes do capital internacional, capazes de proporcionar o apoio necessário para tal realização.

Assim 08/08/2008 inicia-se um megaevento no oriente, mostrando ao mundo tudo o que é mais importante para uma competição Olímpica.

Daniel Bueno

 
Leia mais Comentário
 
Noticiário (09-05-12)
Horário e Frequência
Minha música
Sua palavra
Correspondente Rio de Janeiro
60 Anos da Nova China
Rádio on Line
Semana no Esporte-Luis Zhao
Nos Ares da Cultura
-Inês
Sociedade Chinesa
-Luisinho
Viagem pela China-Silvia
Repórter da China
-Catarina
Encontro da CRI com seus Ouvintes
-Alexandra

Treze pandas gigantes filhotes se mudam para nova casa

Palácio de Verão

Templo de Céu
<  E-Mail  >