Web  portuguese.cri.cn  
Um inglês fascinado pelo tai chi chuan
  2017-06-09 15:24:13  cri

O inglês Daniel Nichols leva uma vida de jornada dupla na China. Nos últimos dois anos, dividiu seu tempo entre ensinar inglês e estudar tai chi chuan.

Ele começou a estudar tai chi chuan há dez anos, quando conheceu a modalidade no estilo Yang em uma pequena escola de tai chi, perto da Universidade de Aston, em Birmingham, no Reino Unido.

"Eu não estava levando o tai chi chuan muito a sério naquele momento, mas a prática aumentou meu interesse pela cultura chinesa", conta Daniel.

Em 2010, ele viajou para Taiwan para aprender chinês por dois anos e trabalhou na área de comércio internacional por mais três anos. Assim, manteve mais contato com as artes marciais chinesas. "O Kung fu chinês é muito interessante. Muitos dos movimentos envolvem imitação de animais", diz.

Ele estava tão fascinado com o Kung fu que mudou seu nome chinês para Chen Zidan, um nome semelhante a Zhen Zidan, um famoso ator de Kungfu.

Três anos atrás, um dos colegas de Daniel ficou ferido ao jogar futebol e começou a praticar o tai chi como forma de exercício. A partir daí a história do tai chi chuan de Daniel voltou a ganhar força.

"Ele disse que o tai chi chuan poderia tornar seu corpo mais coordenado e mais flexível, então eu pratiquei com ele", conta Daniel.

"Então ele me explicou que Chenjiagou, que fica no centro da China, é o local onde nasceu o tai chi chuan. Então eu abandonei meu emprego e fui para a província de Henan, em maio de 2015", relembra.

Chenjiagou é considerado o "Local de Nascimento do Tai Chi Chuan" pela Associação Chinesa de Artes Marciais. Apesar de pequena, a comunidade tem mais de 20 escolas familiares de artes marciais. Todo verão, muitas pessoas de fora da China chegam a Chenjiagou para aprender a arte marcial.

Ele praticou tai chi chuan com Chen Xiaoxing, irmão mais novo do mestre Chen Xiaowang. Depois de quatro dias, decidiu ficar para se concentrar no aprendizado.

Para concretizar o sonho, Daniel encontrou um emprego na Universidade de Zhengzhou, que fica a 80 quilômetros de Chenjiagou. Ele ensina inglês na universidade três dias por semana e pratica tai chi chuan em Chenjiagou nos dias restantes.

"Não é tão fácil praticar tai chi chuan. Faz dois anos que eu pratico, mas ainda sinto que sou um iniciante", diz.

"Há uma forma de filosofia no tai chi chuan", disse Daniel. "Eu li o Tao Te Ching antes de chegar à China e continuo lendo. É tão interessante".

"Não tenho tanta certeza sobre o futuro. Talvez eu permaneça na China por mais alguns anos, talvez eu volte para o Reino Unido. Mas no futuro planejo retornar à China para praticar mais tai chi chuan."

Agora, Daniel se diz acostumado à sua vida na China. Ele organizou uma aula bilíngue de treinamento de futebol, ensinando inglês e futebol. Ele diz que a China oferece muitas oportunidades de negócios.

"Minha vida está conectada à China. Se não fosse assim, teria sido uma perda de tempo eu aprendido chinês tão bem", afirma Daniel.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Artista recria obras de arte e fotos de famosas com cachorro quente

v Um bar inspirado em "Game of Thrones" é inaugurado em Washington
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
• Sala de visitas: Sergio Moreira Lima fala sobre a importância histórica da diplomacia brasileira na América do Sul e no mundo (Parte II)
• Entrevista com secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura brasileiro
• Conheça os tipos e benefícios de oleaginosas
• Fórum Internacional do Ensino de Português reúne especialistas em Beijing
• Sala de visitas: As relações Brasil-China e o BRICS sob a análise do presidente da Fundação Alexandre Gusmão, Sergio Eduardo Moreira Lima (Parte I)
mais>>
Galeria de fotos

Vista panorâmica de terras agrícolas e aldeias em Guizhou

Navios da Marinha chinesa em alto mar

A pintura de fios dourados com esmalte cerâmico é um artesanato tradicional chinesa

Festival da Lagosta em Los Angeles
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040