Web  portuguese.cri.cn  
Chongqing vira maior plataforma de comércio de café da China, mesmo sem produzir o grão
  2017-05-04 20:17:21  cri

O município central de Chongqing, no sudoeste da China, não produz um grão de café sequer, mas possui o maior centro de negócios de café do país. Desde o estabelecimento do centro, em junho de 2016, o valor total do comércio de café já ultrapassou 52 bilhões de yuans. Isso num período inferior a um ano, torna o local um importante ponto de distribuição de café em todo o mundo.

Qual é o segredo de que uma cidade não produz café, mas se tornou numa importante plataforma de comércio de café do mundo? O responsável pelo centro, Feng Yue, revelou que o motivo foi a construção da ferrovia Chongqing-Xinjiang-Europa, sob a proposta de "Um Cinturão e Uma Rota".

"O trem sai de Chongqing para Duisburg, na Alemanha. A viagem, de 11 mil quilômetros, leva apenas 13 dias para ser concluída. O tempo é aproximadamente 30 dias mais rápido que o transporte aquaviário, e o custo representa um quinto da despesa aérea. O Centro de Negócios de Café foi estabelecido em Chongqing para aproveitar a vantagem especial geográfica para ligar Yunnan, o sudeste asiático, o sul da Ásia e outras importantes regiões produtoras de café com o mercado consumidor da Europa."

A vantagem geográfica de Chongqing, mencionada por Feng, é que o município fica muito perto a província de Yunnan, grande produtor de café da China e do sudeste asiático, região que conta com um terço da produção total de café do mundo.

A Europa é o principal consumidor global de café. Porém, a maioria dos grãos de café consumidos no velho continente provém da América do Sul e da África. O café asiático ainda é pouco conhecido pelos europeus. O Centro de Negócios de Café de Chongqing está mudando a situação.

O centro não só leva o café da Ásia para a Europa, mas também traz o café de outros lugares do mundo para a China. A Etiópia, por exemplo, é um grande produtor de café. O cônsul-geral da Etiópia em Chongqiong, Kebede Abera, disse que o Centro de Negócios de Café de Chongqing é um canal de ouro para as regiões produtoras.

"A participação da plataforma de Chongqing é uma boa oportunidade para nós. Na China, o consumo de café está crescendo rapidamente. Como um exportador de café, a Etiópia pode vender seu produto para a China através dessa plataforma. É muito conveniente, além de um resultado de ganho mútuo."

O consumo de café na China aumenta anualmente 20%. Um grande mercado potencial está atraindo atenção de todo o mundo. O Centro de Negócios de Café de Chongqing terá um papel cada vez mais destacado no setor.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Rafael Fontana

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Renomado artesão produz máscaras do deus "Manghao" no sudoeste da China

v Sansha, a cidade mais jovem da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Entrevista com presidente da CMA Group do Brasil, José Sanchez
• Encontre aromas frescos do chá Tieguanyin em Anxi
• Entrevista com pianista portuguesa Marta Menezes
• Sala de visitas: Sergio Moreira Lima fala sobre a importância histórica da diplomacia brasileira na América do Sul e no mundo (Parte II)
• Entrevista com secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura brasileiro
• Conheça os tipos e benefícios de oleaginosas
mais>>
Galeria de fotos

Artista recria obras de arte e fotos de famosas com cachorro quente

Um bar inspirado em "Game of Thrones" é inaugurado em Washington

Vista panorâmica de terras agrícolas e aldeias em Guizhou

Navios da Marinha chinesa em alto mar
mais>>

• Fanzine Nº2, 2017

• Fanzine Nº1, 2017
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040