Web  portuguese.cri.cn  
Líder cazaque irá ao Fórum de "Um Cinturão e Uma Rota" por mais cooperação com China
  2017-04-19 19:45:19  cri
    O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, disse terça-feira que aguarda com expectativa a participação dele no Fórum de "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado em Beijing 14 e 15 de maio, e que terá discussões aprofundadas com a China sobre a integração das estratégias de desenvolvimento.

  Nazarbayev fez os comentários ao se reunir com o vice-premiê chinês Zhang Gaoli na terça-feira em Astana, capital do país.

  Nazarbayev se disse muito contente de ser convidado pelo presidente Xi Jinping para participar do Fórum de "Um Cinturão e Uma Rota" em Beijing e que vai discutir com Xi planos detalhados para integrar as estratégias de desenvolvimento do Cazaquistão com a China.

  Xi participará da cerimônia de abertura do fórum e será anfitrião de uma reunião de líderes, afirmou o ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, na terça-feira em Beijing, em uma coletiva de imprensa.

  Pelo menos 28 chefes de Estado e de governo confirmaram a presença no fórum, disse Wang, a mais importante reunião internacional sobre o Cinturão e Rota desde que Xi apresentou a iniciativa, em 2013, durante um discurso em Astana.

  A iniciativa tem a meta de construir uma rede de comércio e infraestrutura conectando a Ásia com a Europa e a África ao longo das antigas rotas comerciais da Rota da Seda, o que conduzirá a resultados econômicos de benefício mútuo para cada nação aonde ela chegar.

  Zhang, que chegou a Astana segunda-feira para uma visita de três dias, disse que ela tem o objetivo de avançar a implementação do consenso anterior alcançado por ambos os presidentes e preparar as reuniões entre Xi e Nazarbayev em 2017.

  Elogiando as realizações dos dois países sob a Iniciativa de "Um Cinturão e Uma Rota" nos últimos anos, Zhang disse que a escala e a qualidade da cooperação alcançaram um nível mais alto.

  Ele sugeriu que os dois países melhorem a integração das estratégias de desenvolvimento, aprofundem a cooperação em áreas importantes e expandam novas áreas para assegurar mais realizações no futuro.

  A China saúda a presença de Nazarbayev no fórum em maio, disse Zhang, expressando a esperança de que os dois países possam promover ainda mais a cooperação.

  Este ano marca o 25º aniversário das relações diplomáticas sino-cazaques.

  Elogiando muito o bom desenvolvimento da relação, Nazarbayev disse que os empreendimentos do Cazaquistão nos últimos anos não poderiam ser realizados sem o apoio vigoroso da China.

  O Cazaquistão apoia firmemente a política nacional e internacional da China e a Iniciativa de "Um Cinturão e Uma Rota", disse.

  Durante seu encontro com o primeiro-ministro do Cazaquistão, Bakytzhan Sagintayev, na segunda-feira, Zhang pediu a ambos os lados que desempenhem plenamente o papel do diálogo sobre a capacidade de produção e investimento, melhorem a comunicação da informação e coordenação política e expandam a cooperação econômica e comercial.

  Ele encorajou os dois lados a avançar na assinatura da nova versão do tratado de proteção ao investimento e fortalecer a cooperação em áreas como financiamento, agricultura, pecuária, conectividade e alfândega.

  Os dois lados precisam cimentar a cooperação energética, gerindo bem o oleoduto e o gasoduto China-Cazaquistão, disse.

  Zhang também pediu um rápido consenso no plano detalhado de ter o ano chinês de turismo no Cazaquistão neste ano.

  Sagintayev disse que o Cazaquistão atribui grande importância aos laços bilaterais com a China e pediu a ambos os lados aumentar a cooperação em inovação, com o objetivo de realizar um volume de comércio de duas vias de US$ 40 bilhões em 2020.

  Também na segunda-feira, Zhang copresidiu a oitava reunião do Comitê de Cooperação China-Cazaquistão com o primeiro-ministro adjunto do Cazaquistão, Askar Mamin.

  Os dois testemunharam via vídeo o lançamento da linha de montagem final dos ônibus chineses Ankai, um projeto modelo de capacidade de produção bilateral no Cazaquistão.

  O Cazaquistão é a última etapa da visita de nove dias na Eurásia de Zhang, que começou no dia 11. A viagem também o levou para a Rússia, Estônia, Eslovênia e Albânia.

Por Xinhua

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Paisagem aérea do distrito de Songjiang em Shanghai

v Paisagem do Parque Lago do Sul em Hebei no norte da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de Visitas: A intérprete Raquel Martins conta sua trajetória na China e diz que o chinês é sua primeira língua, mas considera o português sua língua materna (Parte I)
• Bate-papo com vencedora na categoria Melhor Estudante do 3º ano do Prêmio Tomás Pereira 2017
• Estrela
• Conheça a culinária dos países ao longo de "Um Cinturão e Uma Rota"
• Sala de Visitas: O treinador de futebol Pedro Martins, o Pedrinho, numa conversa descontraída sobre o esporte e a paixão dos pequenos chineses pelo mundo da bola
• Freedom
mais>>
Galeria de fotos

Tapete vermelho do Festival Internacional de Cinema de Cannes

Mercado noturno em Xinjiang no noroeste da China

Kára McCullough, nova Miss Estados Unidos 2017

Caverna da dinastia Wei é atração turística em Hualai, província de Hebei
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040