Web  portuguese.cri.cn  
Canal Dafa e nova esperança da aldeia
  2017-04-19 19:29:40  cri

O canal de água Dafa fica na região montanhosa da província de Guizhou, oeste da China. Ao longo de duas décadas, as águas passadas no canal, construído em altos precipícios, irrigam as terras e nutrem a vida dos habitantes locais.

Para Tang Enju, morador da aldeia Tuanjie, a coisa mais feliz no seu cotidiano é cuidar do seu rebanho. Para o camponês que nunca sai da montanha, as vacas carregam a esperança da sua família.

"Crio mais de dez vacas, e vou expandir ainda mais."

A criação de vacas pode trazer anualmente para a família Tang 70 ou 80 mil yuans. Há 20 anos, o rendimento anual não chegava a três mil. A mudança foi a água.

"Poucos praticavam a pecuária no passado, porque não tinha água. Depois da construção do canal Dafa, o homem e o rebanho têm acesso à água."

A água vem da região montanhosa a 10 quilômetros de distância. Os moradores da aldeia batizaram o canal com o nome Dafa, em homenagem ao iniciador da obra, Huang Dafa. Desde os 23 anos até os 59 anos, este homem gastou o melhor tempo de sua vida numa só causa - a construção do canal de água. E tudo isso se surgiu de seu desejo original de possibilitar os aldeões a comer uma tigela de arroz branco.

"Antes da construção do canal, as terras de cerca de 16 hectares das duas aldeias produziam apenas 30 mil quilos de arroz. Depois do canal ser concluído, todas as terras foram irrigadas."

Após a chegada da água, Huang Dafa e os aldeões construíram socalcos nas costas da montanha, e a área de plantação de arroz chegou a 50 hectares. A produção cresceu de 30 mil quilos para 400 mil.

A água traz mais esperança. Agora, além de arroz, os aldeões apostam em outras plantações e na criação de rebanhos, como porco, ovelha e vaca. Nos últimos anos, a aldeia Tuanjie destina mais de 40 hectares para a plantação de toranja. Xu Guoshu assinou um contrato para plantar 0,8 hectares.

"Antigamente não nos atrevíamos a pensar nisso. Nunca pensamos na plantação de toranja nem na criação de ovelha ou vaca, porque não havia água. Agora, os 650 hectares de terra são dedicados todos à plantação. Não precisamos pagar para plantar, temos subsídios do governo."

Xu Guoshu estima que as árvores de toranja possam gerar 100 mil yuans por ano.

Agora, os aldeões estão prestes a desenvolver o turismo, porque há cada vez mais pessoas querendo visitar o milagre do canal Dafa.

Tradução: Laura

Revisão: Layanna

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Observatório da Torre de Shanghai oficialmente aberto ao público

v Jianbing, o crepe chinês que tem conquistado Nova Iorque
mais>>
Aviso Vídeo
Olá, queridos amigos. O Fórum de Cooperação Internacional "Um Cinturão e Uma Rota" será realizado entre os dias 14 e 15 de maio em Beijing. Para ajudar nossos ouvintes e internautas a conhecer melhor a iniciativa chinesa "Um Cinturão e Uma Rota", a Rádio Internacional da China (CRI) organiza o concurso Saiba a Iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado entre os dias 15 de abril e 5 de maio. São só cinco questões de múltipla escolha. A participação é simples, e você ainda pode ganhar uma lembrancinha que preparamos para os participantes!
Ranking dos textos mais lidos
• A magia de J.K. Rowling: parte 1
• Educação na Faixa de Gaza
• Mundo do animal
• Dia Mundial do Livro
• Na terra alheia
• Iniciativas chinesas beneficiam economia mundial
mais>>
Galeria de fotos

13º Festival Internacional de Animação é aberto em Hangzhou

Monumento em São Paulo ganha protetores auditivos para lembrar combate à poluição sonora

Luta de travesseiro na Cracóvia, Polônia

Mais de 50 filhotes de tigre nascem no nordeste da China em abril
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040