Web  portuguese.cri.cn  
EUA possuem graves problemas de direitos humanos, dizem especialistas
  2017-03-14 20:38:42  cri

Os Estados Unidos, que pousam como "juiz dos direitos humanos", possuem graves problemas de direitos humanos e precisam fazer uma reflexão sobre o assunto, afirmaram especialistas chineses na segunda-feira (13), em uma entrevista exclusiva à Rádio Internacional da China (CRI).

O Gabinete de Informação do Conselho de Estado da China publicou no dia 9 o relatório Histórico dos Direitos Humanos dos Estados Unidos em 2016 em resposta ao Relatório Nacional 2016 sobre Práticas dos Direitos Humanos publicado pelos EUA, que comenta as situações dos direitos humanos dos outros países.

O pesquisador em direitos humanos da Universidade de Ciências Políticas e Direito do Sudoeste da China, Zhu Yuanqing, disse que o governo norte-americano acusa outros países sem uma boa razão, e toma a questão dos direitos humanos como uma ferramenta na luta política internacional. Para ele, o ato é desfavorável ao desenvolvimento da causa global de direitos humanos e a realização de diálogos a respeito.

"Acho que o relatório dos EUA revela que o governo norte-americano julga a situação dos direitos humanos dos outros de acordo com seus próprios critérios. Nos últimos anos, acadêmicos, especialistas e personalidades de mídia dos EUA têm pedido mais atenção da sociedade para a situação interna dos direitos humanos."

O relatório divulgado pela China citou inúmeros dados e fatos, listando os problemas de direitos humanos existentes dos EUA. O vice-diretor do Instituto de Estudo dos Direitos Humanos da Universidade de Ciências Políticas e Direito do Sudeste, Zhu Ying, disse que a situação dos direitos humanos dos EUA se deteriorou em vários aspetos importantes. Por exemplo, os Estados Unidos possuem a segunda maior taxa prisional no mundo, com 693 detentos para cada 100 mil habitantes; em 2016, a polarização social nos EUA se tornou mais grave, com a proporção dos adultos empregados em tempo integral regredindo ao mais baixo nível desde 1983; a ocorrência de crimes com armas de fogo também permanecia alta.

O pesquisador Zhu Yuanqing disse que, na questão dos direitos humanos, os EUA insistem em um padrão duplo. O relatório norte-americano sobre a prática dos outros países é inaceitável, pois os EUA impuseram seu próprio modelo para outros, acrescentou.

Zhu disse que os países devem realizar diálogos e intercâmbios sobre os direitos humanos com base na igualdade e no respeito mútuo.

"Sob o quadro da comunidade de destino comum da Humanidade, nós devemos estabelecer uma visão de direitos humanos diversificada e desenvolver uma governança global nesta área com base na igualdade, cooperação, segurança e inclusão. Temos de adotar critérios para a proteção dos direitos humanos que se baseiam numa diversificação cultural, mas não tomar um único valor cultural como referência."

(tradução: Shi Liang  revisão: Rafael Fontana)

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Panqueca de ovos gigante com 3m de diâmetro

v Panorama de jardins de chá em Hubei
mais>>
Aviso Vídeo
Olá, queridos amigos. O Fórum de Cooperação Internacional "Um Cinturão e Uma Rota" será realizado entre os dias 14 e 15 de maio em Beijing. Para ajudar nossos ouvintes e internautas a conhecer melhor a iniciativa chinesa "Um Cinturão e Uma Rota", a Rádio Internacional da China (CRI) organiza o concurso Saiba a Iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado entre os dias 15 de abril e 5 de maio. São só cinco questões de múltipla escolha. A participação é simples, e você ainda pode ganhar uma lembrancinha que preparamos para os participantes!
Ranking dos textos mais lidos
• Dia Mundial do Livro
• Na terra alheia
• Iniciativas chinesas beneficiam economia mundial
• Conheça os benefícios do mel para a saúde
• My Fair Lady: parte 2
• Holanda acolhe panda chinês
mais>>
Galeria de fotos

Conheça uma das ruas mais famosas de Xiamen

Os mais incríveis bolos de casamento

Novas fotos da atriz Fan Bingbing

Paisagem de Dunhuang no noroeste da China
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040