Web  portuguese.cri.cn  
China confia no cumprimento da meta de 6,5%, diz responsável por desenvolvimento
  2017-03-06 19:16:26  cri

O diretor da Comissão Nacional para o Desenvolvimento e Reforma da China, He Lifeng, disse hoje (6) ser realmente necessário definir a meta de crescimento do PIB da China para 6,5% em 2017. Ele deu a declaração durante a entrevista coletiva regular da Assembleia Nacional da China.

O crescimento do PIB da China em 2016 foi de 6,7%, nível mais baixo nos últimos 26 anos. A meta de 2017 foi definida para um nível ainda menor, de 6,5%, pelo governo chinês, índice apresentado no Relatório do Trabalho do Governo deste ano. O número gerou preocupações sobre a perspectiva da economia chinesa.

He Lifeng afirmou que a velocidade do crescimento da China chegou a um ponto de desaceleração, mas o volume total está se acumulando gradualmente. Para He, é extremamente necessário definir a meta de crescimento do PIB do país para o nível de 6,5%, uma meta que a China tem a determinação e a confiança de cumprir.

"A China é um país com cerca de 1,4 bilhão de pessoas, razão pela qual o emprego é uma questão de suma importância. Mas sem um crescimento promissor, é muito difícil garantir novos postos de trabalho. Segundo a nossa experiência, um ponto percentual de crescimento da nossa economia gera trabalho para 1,7 milhão de pessoas. A meta deste ano é oferecer empregos a 11 milhões de pessoas, das quais 8 milhões estão saindo das universidades."

Ao apresentar o Relatório do Trabalho do Governo na 5ª sessão anual da 12ª Assembleia Popular Nacional, o premiê chinês, Li Keqiang, pediu mais recursos financeiros para economias reais, e que as instituições financeiras reforcem sua capacidade de serviço. Segundo o vice-diretor da Comissão, Zhang Yong, a entidade vai tomar medidas pragmáticas em quatro aspectos.

"Deve-se aumentar a eficácia do fornecimento, simplificar o procedimento para aliviar as pressões das empresas, incentivar novas forças motrizes de desenvolvimento e resolver o excesso de capacidade produtiva, para que o mercado e as economias reais sejam ainda mais saudáveis."

No Relatório de Trabalho do Governo, foi mencionado, por muitas vezes, a iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota". He Lifeng disse que a estratégia registrou um progresso positivo nos últimos três anos. Os princípios e conteúdos da estratégia chinesa foram plenamente reconhecidos.

"A nossa estratégia recebeu respostas de mais de 100 países do mundo, e a China já assinou cerca de 50 acordos cooperativos intergovernamentais com os países relacionados, e mais de 70 acordos com organizações internacionais. Uma série de projetos foi promovida com boas perspectivas, como a Ferrovia Jacarta-Bandung, na Indonésia, a Ferrovia Hungria-Sérvia e a Ferrovia China-Laos."

Tradução: Li Jinchuan

Revisão: Rafael Fontana

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Observatório da Torre de Shanghai oficialmente aberto ao público

v Jianbing, o crepe chinês que tem conquistado Nova Iorque
mais>>
Aviso Vídeo
Olá, queridos amigos. O Fórum de Cooperação Internacional "Um Cinturão e Uma Rota" será realizado entre os dias 14 e 15 de maio em Beijing. Para ajudar nossos ouvintes e internautas a conhecer melhor a iniciativa chinesa "Um Cinturão e Uma Rota", a Rádio Internacional da China (CRI) organiza o concurso Saiba a Iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado entre os dias 15 de abril e 5 de maio. São só cinco questões de múltipla escolha. A participação é simples, e você ainda pode ganhar uma lembrancinha que preparamos para os participantes!
Ranking dos textos mais lidos
• A magia de J.K. Rowling: parte 1
• Educação na Faixa de Gaza
• Mundo do animal
• Dia Mundial do Livro
• Na terra alheia
• Iniciativas chinesas beneficiam economia mundial
mais>>
Galeria de fotos

13º Festival Internacional de Animação é aberto em Hangzhou

Monumento em São Paulo ganha protetores auditivos para lembrar combate à poluição sonora

Luta de travesseiro na Cracóvia, Polônia

Mais de 50 filhotes de tigre nascem no nordeste da China em abril
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040