Web  portuguese.cri.cn  
Povo chinês quer soluções para temas como poluição e moradias nas duas sessões anuais parlamentares
  2017-03-02 19:20:40  cri

As sessões anuais da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPCh) e da Assembleia Popular Nacional (APN) da China começarão no dia 3 e dia 5 respectivamente. Em entrevistas conduzidas pela mídia junto à população, os chineses mostram estar atentos às duas sessões e querem que as reuniões parlamentares possam resolver as questões de maior relevância diretamente relacionadas com suas vidas.

A primeira preocupação do povo chinês é a poluição do ar. Nos últimos dias, a qualidade do ar de Beijing é considerada boa por causa dos fortes ventos, comuns na primavera. Mas os chineses temem que o smog volte assim que o vento cessar.

"Quando tem smog, a gente não quer nem sair de casa. Sequer temos bom humor. A minha maior preocupação é o meio ambiente. Quero que o governo tome medidas mais eficazes para garantir que o povo tenha ar puro para respirar."

O altíssimo preço dos imóveis é outra fonte de preocupação para os chineses. Mesmo que o governo já tenha adotado várias políticas e convocado inúmeras reuniões para tentar fazer com que as pessoas possam comprar apartamentos com valores razoáveis, o preço dos imóveis na China não para de subir, especialmente nas grandes cidades.

"O preço imobiliário tem que ser controlado fortemente, para que o povo possa resolver a sua necessidade de habitação."

Com o desenvolvimento socioeconômico e a urbanização da China, muita mão de obra excedente das zonas rurais migra para as cidades em busca de trabalho. Os novos trabalhadores contribuem muito para a construção e o desenvolvimento das zonas urbanas, mas a previdência social para eles ainda é insuficiente.

"O setor dos serviços é instável e com muita rotatividade de funcionários. Portanto, muitas empresas não oferecem seguridade ou outras garantias básicas aos trabalhadores. E a previdência social é fraca. Queremos mudanças nessa situação."

O mercado de ações da China provocou muitos dissabores aos investidores. Muitos entrevistados acham que o mercado financeiro chinês precisa de mais regulação.

"O mercado de ações frustrou muitas pessoas. Quero que ele possa ser normalizado e pegue o caminho da economia de mercado, fazendo com que a gente tenha boas oportunidades de investimento."

As reformas nos setores de saúde, igualdade na educação, assistência aos mais pobres e luta contra a corrupção também são questões relevantes para os chineses durante a convocação das duas sessões.

Tradução: Luís Zhao

Revisão: Rafael Fontana

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Panqueca de ovos gigante com 3m de diâmetro

v Panorama de jardins de chá em Hubei
mais>>
Aviso Vídeo
Olá, queridos amigos. O Fórum de Cooperação Internacional "Um Cinturão e Uma Rota" será realizado entre os dias 14 e 15 de maio em Beijing. Para ajudar nossos ouvintes e internautas a conhecer melhor a iniciativa chinesa "Um Cinturão e Uma Rota", a Rádio Internacional da China (CRI) organiza o concurso Saiba a Iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado entre os dias 15 de abril e 5 de maio. São só cinco questões de múltipla escolha. A participação é simples, e você ainda pode ganhar uma lembrancinha que preparamos para os participantes!
Ranking dos textos mais lidos
• Dia Mundial do Livro
• Na terra alheia
• Iniciativas chinesas beneficiam economia mundial
• Conheça os benefícios do mel para a saúde
• My Fair Lady: parte 2
• Holanda acolhe panda chinês
mais>>
Galeria de fotos

Conheça uma das ruas mais famosas de Xiamen

Os mais incríveis bolos de casamento

Novas fotos da atriz Fan Bingbing

Paisagem de Dunhuang no noroeste da China
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040